iklan

INTERNACIONAL, DÍLI, SAÚDE

Lançado plano estratégico nacional para o combate ao VIH/SIDA

Lançado plano estratégico nacional para o combate ao VIH/SIDA

Lançado plano estratégico nacional para o combate ao VIH/SIDA . Foto da Tatoli/Francisco Sony

DÍLI, 01 de dezembro de 2023 (TATOLI) – No âmbito da celebração do Dia Mundial de Luta Contra SIDA (Síndrome de Imunodeficiência Adquirida), que se celebra anualmente a 1 de dezembro, sob o tema Comunidades para Liderar, o Instituto Nacional de Combate ao VIH/SIDA (INCSIDA), juntamente com os parceiros do Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA) e das organizações mundiais da Saúde (OMS) e das Migrações (IOM) em Timor-Leste, lançou hoje um plano estratégico nacional para intensificar os esforços de combate à doença no país.

O Presidente do INCSIDA, Daniel Marçal, afirmou que o lançamento do Plano Estratégico Nacional na luta contra VIH/SIDA é importante para combater e prevenir a patologia uma vez que atualmente a doença continua a propagar-se cada vez mais no país.

“Se não realizarmos a prevenção e o tratamento, haverá um impacto negativo na saúde. Por esta razão e através deste evento, queremos trabalhar em conjunto e envidaremos todos os esforços para sensibilizar como evitar comportamentos que apresentem riscos de transmitir o VIH/SIDA no nosso país”, afirmou o dirigente à margem da celebração no Jardim B.J. Habibie, em Lecidere, Díli.

Daniel Marçal agradeceu ainda aos parceiros que ao longo dos anos prestaram assistência técnica e financeira à instituição na realização de campanhas de sensibilização para o combate à síndrome.

Por sua vez, a adjunta do UNFPA, Domingas Bernardo, adiantou que o Plano Estratégico recentemente lançado visa apoiar o INCSIDA como órgão de coordenação de serviços para intensificar os esforços na prevenção, bem como na mitigação dos impactos negativos da VIH/SIDA no país. “Esta nova iniciativa é um marco importante na luta de Timor-Leste contra a epidemia do VIH. É um sinal de esforço coletivo para responder às preocupações com o aumento do número de infeções desta doença, resultantes de relações sexuais livres, bem como um aumento de dez vezes entre as mulheres grávidas”, frisou.

Domingas Bernardo ressaltou ainda que o UNFPA está empenhado em apoiar o INSCIDA, o Ministério da Saúde e as ONGs na realização de campanhas de sensibilização da população para a prevenção do VIH/SIDA, combater o estigma e contribuir para a prevenção da transmissão da doença das mulheres grávidas para os bebés, bem como na prevenção da sífilis e da hepatite B.

Notícia relacionada:

Jornalista: Afonso do Rosário

Editora: Isaura Lemos de DeusRegistados mais de dois mil casos positivos de VIH/SIDA em Timor-Leste

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!