iklan

EDUCAÇÃO, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Bolseiros timorenses vão regressar à China no próximo mês

Bolseiros timorenses vão regressar à China no próximo mês

Embaixador da China em Timor-Leste, Xiao Jiangou.

DÍLI, 28 de outubro de 2022 (TATOLI) – A Embaixada da China em Timor-Leste e o Fundo de Desenvolvimento do Capital Humano (FDCH) vão apoiar o regresso de 38 bolseiros timorenses para prosseguirem os seus estudos na China. A partida dos bolseiros está agendada para novembro.

Estes bolseiros estão repatriados há dois anos devido ao surto da covid-19 que surgiu na Província de Wuhan e em outras cidades da China.

O Embaixador da China em Timor-Leste, Xiao Jianguo, pediu aos bolseiros que estudassem arduamente para competir com estudantes de outros países, e, no final dos estudos, poderem contribuir para o desenvolvimento do país.

“Os bolseiros têm de estudar e melhorar as suas competências para trabalhar em Timor-Leste e desenvolver este país”, apelou.

O Diretor-Executivo do FDCH, Cristóvão dos Reis, informou, por sua vez, que o seu gabinete disponibilizou cerca de 160 mil dólares americanos para o regresso dos bolseiros à China.

“Disponibilizamos para cada estudante 4.100 dólares, 3.700 dólares para o pagamento do bilhete e 400 dólares para a quarentena”, informou o dirigente.

O Presidente da Associação dos Estudantes timorenses na China, Esmeraldito Ferreira, expressou a sua gratidão à Embaixada chinesa e ao Governo timorense pelos esforços feitos para que consigam regressar à China.

“Prometemos estudar muito e adquirir conhecimento. Queremos contribuir para o desenvolvimento de Timor-Leste, especialmente no domínio económico”, garantiu.

Jornalista: José de Sá/Tradutor: Afonso do Rosário

Editora: Nélia Borges

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!