iklan

HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE, SAÚDE

Matan Ruak pede à população que faça rastreio à tuberculose

Matan Ruak pede à população que faça rastreio à tuberculose

Inauguração do Laboratório Nacional de Referência de Tuberculose e do Laboratório MóvelImagem Tatoli/Francisco Sony.

DÍLI, 05 de agosto de 2022 (TATOLI) – O Primeiro-Ministro, Taur Matan Ruak, pede à população que se sujeite ao rastreio da tuberculose nas unidades de saúde para combater a transmissão da doença.

“Temos, atualmente, as condições necessárias para identificar os casos de tuberculose no país. Peço às crianças e aos idosos que façam o rastreiro”, pediu o Chefe do Governo, à margem da inauguração do Laboratório Nacional de Referência de Tuberculose e do Laboratório Móvel, em Bidau, Díli.

Taur Matam Ruak, elogiou a contribuição e o apoio dos parceiros de desenvolvimento internacionais no combate à tuberculose em Timor-Leste.

Também o representante da Organização Mundial de Saúde (OMS) em Timor-Leste, Arvind Mathur, realçou que o Fundo Global disponibilizou um orçamento para a adquisição de equipamentos médicos de radiologia, entre outros.

“O laboratório móvel fará testes de triagem da tuberculose pelo país. Acredito que é importante investir no Laboratório Nacional de Referência de Tuberculose e no Laboratório Móvel para melhorar a gestão da doença e combatê-la até 2025”, acrescentou.

Além das inaugurações em causa, a OMS disponibilizou também um carro e 15 motorizadas para o Departamento de Vigilância.

Recorde-se que o Mecanismo de Coordenação do Fundo Global (CCM, em inglês) tinha já disponibilizado mais de 15 milhões de dólares americanos ao MS, sendo que 8,3 milhões de dólares americanos se destinaram ao combate da doença em Timor-Leste.

Segundo os resultados de um estudo da OMS, divulgados pelo Vice-Ministro da Saúde, Bonifácio Mau Coli dos Reis, morrem diariamente quatro timorenses com tuberculose.

O mesmo estudo mostra que, já há muitos anos, cerca de 30% a 40% dos casos de tuberculose não são detetados, pelo que se mantém o risco de contágio na comunidade devido a causas multidimensionais e transversais.

Jornalista: Isaura Lemos de Deus

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!