iklan

ÚLTIMAS NOTÍCIAS, EDUCAÇÃO, DÍLI, NACIONAL, NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA, NOTÍCIAS DE HOJE

Falta de orçamento obriga a suspensão de produtos locais na merenda escolar

Falta de orçamento obriga a suspensão de produtos locais na merenda escolar

DÍLI, 03 de julho de 2020 (TATOLI) – O Ministério da Educação, Juventude e Desporto (MEJD) suspendeu o recurso a produtos locais na merenda escolar devido à falta de orçamento.

“De janeiro a março deste ano, o MEJD incluiu um novo menu com produtos locais na merenda escolar, mas não lhe conseguimos dar continuidade, uma vez que ainda não temos Orçamento Geral do Estado (OJE) de 2020”, lembrou hoje o Diretor Nacional da Ação Social Escolar (DNASE), Joaquim Martins, à Agência Tatoli, no seu local de trabalho, em Díli.

Segundo Joaquim Martins, o MEJD, o Ministério da Administração Estatal (MAE) e o Ministério da Saúde (MS) tinham decido aumentar o valor da concessão escolar de 0.25 para 0.50 centavos.

“Esperamos que o OJE 2021 seja aprovado, o que significa que o orçamento de cada estudante aumentará para 0.50 centavos. Os produtos locais que serão utilizados na merenda escolar têm origem agrícola e incluem a carne de vaca e outras”, referiu.

O MEJD, MAE e MS, em cooperação com os parceiros de desenvolvimento, estão a elaborar um manual para a merenda escolar para implementar em 2021, que inclui um menu para o ensino básico.

Recorde-se que o novo menu da merenda escolar é atualmente decidido pelo MEJD, Care Internacional, Programa Alimentar Mundial, entre outras organizações.

Joaquim Martins adiantou ainda que o programa da merenda escolar estará a funcionar dentro da normalidade em agosto deste ano.

Jornalista : Tomé Amado

Editór       : Agapito dos Santos

 

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!