iklan

EDUCAÇÃO, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

CI sugere aos órgãos de comunicação social que regulem conduta dos jornalistas

CI sugere aos órgãos de comunicação social que regulem conduta dos jornalistas

CI sugere aos órgãos de comunicação social que regulem conduta dos jornalistas. Imagem Tatoli/Francisco Sony.

DÍLI, 25 de março de 2022 (TATOLI) – O Conselho de imprensa (CI) sugeriu a todos os órgãos de comunicação social que regulem a conduta dos jornalistas com base no regulamento interno, Código de Ética e Deontológica Jornalística e Lei da Comunicação Social.

Segundo o Presidente Interino do CI, Expedito Dias Ximenes, houve um desfasamento no tempo de antena dado a cada candidato às presidenciais numa emissão em direto transmitida num canal televisivo.

Para o dirigente, os profissionais de comunicação social devem ser imparciais, cumprindo as normas deontológicas e combatendo a censura e o sensacionalismo.

“Alguns jornalistas ousaram promover certos candidatos através da partilha de informações e comentários feitos nas suas contas da rede do Facebook”, disse o responsável aos jornalistas, numa conferência de imprensa, que teve lugar em Quintal Boot, Díli.

Segundo Expedito Ximenes, os profissionais de comunicação social não atuaram em conformidade com o código de ética e conduta ao terem divulgado notícias “sensacionalistas e provocadoras”.

O responsável garante, por último, que esses profissionais serão notificados de modo a que não repitam ações semelhantes no futuro.

Recorde-se que Expedito Dias Ximenes afirmou que o CI tinha monitorizado as informações da comunicação social, através de emissoras de radiodifusão, canais televisivos, jornais em linha.

Expedito solicitou, por último, que os profissionais publiquem todos os artigos de acordo com o Código de Ética Jornalística, sublinhando que, caso isso não aconteça, serão chamados pelo CI, após as eleições presidenciais.

Jornalista: Jesuína Xavier

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

One Comment

  1. Em meu mais humilde parecer ha que tambem reduzir o numero de candidatos as presidenciais para 5. Eu sei que e democracia e que todos que preencham os requisitos podem concorrer, mas sejamos realistas 12 dos 16 nao tinham hipoteses nenhumas. Foi so um gastadeiro de dinheiro e tambem se evitava a segunda vola, mais gastadeiro de dinheiro que seria melhor empregue em escolas, pois a educacao e o turismo e o futuro da nacao, o petroleo em 20 anos e historia.

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!