iklan

INTERNACIONAL, HEADLINE, NACIONAL, NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA, NOTÍCIAS DE HOJE

MOE da UE observa centenas de eventos da campanha eleitoral

MOE da UE observa centenas de eventos da campanha eleitoral

Analista eleitoral da UE, Margarida Alves.

DÍLI, 16 de março de 2022 (TATOLI) – A Missão de Observação Eleitoral da União Europeia (MOE-UE), observou, desde o início da campanha eleitoral, centenas de eventos em todo o território, revelou a analista eleitoral da organização, Margarida Alves.

“Desde o dia 02 de março os nossos observadores têm estado quase todos os dias ocupados, a acompanhar os eventos de campanha eleitoral. Sabemos que hoje há várias candidaturas presidenciais que vão fechar as suas campanhas em Díli. Até ontem 115 eventos já foram observados”, disse Margarida Alves, à Tatoli, no seu local de trabalho no Hotel Timor, em Díli.

Questionada sobre o resultado da observação, Margarida Alves respondeu que, de acordo com a metodologia de observação da UE, as conclusões serão publicadas após o dia das eleições.

A portuguesa explicou ainda que, segundo a metodologia de observação da UE, a missão emitirá uma declaração preliminar depois das eleições e apresentará publicamente um relatório final que incluirá um conjunto de recomendações para futuros processos eleitorais.

A analista explicou que a observação recaí, entre outros, sobre o discurso dos candidatos e dos membros dos partidos, sobre os temas abordados, o ambiente da campanha e, ainda, a participação das pessoas.

A MOE da UE é chefiada pelo Observador Chefe, Domènec Ruiz Devessa, membro do Parlamento Europeu, e é composta por uma equipa central de oito analistas eleitorais, que chegaram a Díli em meados de fevereiro.

A missão conta com 26 observadores de 17 diferentes estados-membros da UE, que foram destacados para todo o país a 25 de fevereiro.

Posteriormente, cerca de 50 timorenses foram recrutados a curto prazo para reforçarem a missão no dia 19 de março.

Os observadores seguirão todas as fases do processo eleitoral, incluindo o período de campanha, votação, contagem e possíveis disputas eleitorais.

A missão empreenderá uma monitorização abrangente dos meios de comunicação social habituais e tradicionais, bem como das redes sociais.

A MOE da UE permanecerá no país até à conclusão do processo eleitoral.

Notícia relevante: Observadores da UE vão apresentar relatório ao Governo depois de eleições

Jornalista: Afonso do Rosário

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!