iklan

ECONOMIA, HEADLINE, LIQUIÇÁ, NOTÍCIAS DE HOJE

Programa Cesta Básica termina oficialmente

Programa Cesta Básica termina oficialmente

LIQUICÁ, 30 de dezembro de 2021 (TATOLI) – O Ministério Coordenador dos Assuntos Económicos (MCAE) e os ministérios implementadores encerraram oficialmente a distribuição da Cesta Básica.

O Governo arrancou a 28 de outubro de 2020 com o programa Cesta Básica no Posto Administrativo de Metinaro, Município de Díli.

“Reunimos hoje para encerrarmos oficialmente o Programa Cesta Básica.  Atribuímos cabazes a mais de 1,5 milhões de beneficiários em todo o território”, afirmou o Ministro Coordenador dos Assuntos Económicos, Joaquim Amaral, numa conferência de imprensa, em Tíbar, no Município de Liquiçá.

O ministro referiu ainda que o ministério recebeu os dados de um total de 1,3 milhões de habitantes. Contudo, após a verificação de toda a documentação, o número de beneficiários subiria até aproximadamente 1,5 milhões.

“Importa agora concluir o processo, pois já atingimos os 98% no que diz respeito à distribuição da Cesta Básica. Um novo programa avançará no próximo ano de forma a chegar àqueles que ainda não puderam receber. Para os reclamantes [deste ano] que ainda não a receberam, perderam já os seus direitos. De acordo com a lei, há um período para a reclamação”, afirmou.

Segundo Joaquim Amaral, o ministério procedeu já à distribuição da Cesta Básica a 25 mil reclamantes em todo o país.

“Quero sublinhar que o ministério recebeu um total de 50 mil reclamantes. Após a verificação dos dados, pouco mais de 25 mil é que tiveram o direito à cesta”, referiu.

O Governo recorreu ao sistema de adjudicação direta para 218 empresas fornecedoras da Cesta Básica. O objetivo era dar emprego a 100.080 timorenses na atribuição de produtos alimentares a 1,5 milhões de cidadãos, com uma alocação de 82 milhões de dólares.

O Ministro do Turismo Comércio e Indústria, José Lucas do Carmo da Silva, recordou que o fundo alocado para o MTCI foi de 34,3 milhões de dólares americanos, sendo que 31,7 milhões se destinaram à primeira fase da distribuição da Cesta Básica.

“O MTCI atribuiu ao todo 614.198 cabazes, o equivalente a 93%. O MCAE continua a depositar confiança no ministério para que leve a cabo a distribuição  da Cesta Básica a 25 mil reclamantes num montante avaliado em 1,2 milhões de dólares”, concluiu.

Jornalista: Isaura Lemos de Deus

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!