iklan

POLÍTICA, INTERNACIONAL, HEADLINE, NACIONAL

PN timorense pretende criar prémio liberdade de expressão Max Stahl

PN timorense pretende criar prémio liberdade de expressão Max Stahl

Os deputados no Parlamento Nacional timorense. Imagem Tatoli// Francisco Sony.

DÍLI, 04 de novembro de 2021 (TATOLI) –  O Parlamento Nacional timorense pretende criar um projeto de resolução sobre a criação do prémio de liberdade de expressão dedicado a Max Stahl, o jornalista britânico que gravou o massacre de 12 de novembro de 1991.

O presidente do Parlamento Nacional, Aniceto Guterres, disse que o projeto de resolução em causa é um ato de reconhecimento pela sua contribuição na luta pela independência do país.

“A mesa do Parlamento e os técnicos já prepararam um projeto de resolução sobre a criação do prémio de liberdade de expressão em memória de Max Stahl”, informou hoje Aniceto Guterres no Parlamento Nacional.

O presidente do Parlamento acrescentou ainda que, se este projeto de resolução for aprovado pelos deputados, todos os anos serão atribuídos fundos para o evento.

“Esta resolução definirá o juiz e os requisitos para a escolha do vencedor do prémio de liberdade de expressão Max Stahl”, afirmou.

O projeto de resolução é uma iniciativa da mesa do Parlamento Nacional e será encaminhado aos 65 deputados para uma discussão na plenária.

É de relembrar que Max Stahl faleceu no dia 28 de outubro, em Brisbane, vítima de doença prolongada, no mesmo dia em que se assinalavam os 30 anos da morte de Sebastião Gomes, que originou a homenagem que levou ao massacre de Santa Cruz.

Christopher Wenner, mais conhecido como Max Stahl, nasceu a 6 de dezembro de 1954 no Reino Unido.

Notícia relevante:Parlamento Nacional e Governo timorense manifestam condolências pelo falecimento de Max Stahl

Jornalista: Afonso do Rosário

Editor: Rafy Belo

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!