iklan

DÍLI, HEADLINE, NACIONAL, NOTÍCIAS DE HOJE

CNC promove paz e reconciliação junto da comunidade muçulmana

CNC promove paz e reconciliação junto da comunidade muçulmana

Imajen da Tatoli/Arminda Fonseca

DÍLI, 13 de agosto de 2021 (TATOLI) O Centro Nacional Chega (CNC) realizou hoje uma sessão informativa junto da comunidade islâmica e estudantes da Escola Annur, em Campo Alor, sobre a promoção da paz e reconciliação, com o tema “Papel do Centro Nacional Chega na implementação das recomendações do relatório do Chega e da CAVR”.

“O relatório do Chega e da CAVR afirma que, durante a guerra, entre 1974 e 1999, foram registadas inúmeras violações dos direitos humanos perpetradas, não só por indonésios, mas também por timorenses. Mesmo assim, os abusos cometidos pelos militares indonésios foram considerados mais sistemáticos e organizados”, disse hoje o diretor-executivo do CNC, Hugo Maria Fernandes, em declarações aos jornalistas, na Mesquita de Campo Alor, Díli.

O diretor acrescentou que o documento diz ainda que, embora a Indonésia já tenha reconhecido o seu envolvimento nestes abusos, “ainda não pediu desculpa ao povo timorense”.

“O ex-Presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, lamentou o que aconteceu, mas ainda não pediu desculpa”, afirmou.

Questionado sobre a não obtenção de nacionalidade timorense por parte de alguns membros da comunidade islâmica da Indonésia residentes em Díli, o diretor-executivo recordou que cabe às instituições relevantes responder à questão, com base na legislação timorense.

O responsável pediu também à comunidade islâmica que não se sinta marginalizada devido às diferenças religiosas, porque o Governo timorense continuará a prestar atenção a este assunto.

Já o Vice-Presidente do Conselho Nacional Islâmico de Timor-Leste, Abdullah Inácio Soares, considera este evento muito útil por poder dar a conhecer aos estudantes os atores históricos na luta pela libertação nacional.

“Este tipo de evento pode aumentar o nosso conhecimento sobre a história timorense ligada à luta pela independência do país”, disse.

Foi a primeira vez que se realizou uma sessão informativa deste género, onde participaram várias confissões religiosas. De acordo com o cronograma, no dia 28 deste mês, haverá outra sessão junto das comunidades protestante e católica.

Jornalista: Afonso do Rosário

Editor: Zezito Silva

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!