iklan

INTERNACIONAL, EDUCAÇÃO, NOTÍCIAS DE HOJE

Mais de 100 estudantes timorenses com passaportes caducados em Portugal e Cabo Verde

Mais de 100 estudantes timorenses com passaportes caducados em Portugal e Cabo Verde

Adido da educação de Timor-Leste em Portugal, Natalino de Jesus Gusmão Guterres. Imagem do MNEC.

PORTUGAL, 15 de julho de 2021 (TATOLI) – O adido da educação de Timor-Leste em Portugal, Natalino de Jesus Gusmão Guterres, disse que mais de 100 estudantes timorenses em Portugal e Cabo Verde têm os seus passaportes caducados.

“Registamos cerca de 100 estudantes em Lisboa e 36 bolseiros em Cabo Verde com passaportes caducados”, afirmou Natalino Gusmão à Tatoli, na embaixada de Timor-Leste, em Lisboa.

Os passaportes expirados constituem um grande problema para os estudantes timorenses.

“A maioria dos nossos estudantes ainda está à espera do novo passaporte. O problema é que agora é difícil voltar ao nosso país para o renovar”, afirmou.

Os estudantes não pretendem voltar ao país, pois as suas famílias têm dificuldade em financiar as suas viagens. Além disso, devem continuar o seu processo de aprendizagem em Portugal e Cabo Verde, pois é muito importante.

“Pedimos ao Governo, através do Ministério da Justiça, que tratasse dos novos passaportes em Portugal com o objetivo de ajudar os nossos estudantes”, referiu.

Questionado sobre o total de alunos timorenses em Portugal, Natalino Gusmão disse que, em cada universidade, há sempre mudanças de estudantes, pelo que o adido da educação não tem os dados atuais.

“Registámos 20 bolseiros timorenses em Portugal e 36 em Cabo Verde, ao abrigo de regimes especiais, bem como 433 alunos não bolseiros em Portugal”, avançou.

Natalino Gusmão acrescentou que o adido da educação de Timor-Leste em Portugal tem um assistente na cidade da Praia, capital de Cabo Verde, para auxiliar os estudantes.

A embaixada de Timor-Leste em Portugal regista 1.365 cidadãos timorenses.

Na visita recente da delegação de Timor-Leste, liderada pelo Vice-Primeiro-Ministro, José Reis, para participar na Cimeira da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) em Luanda, Angola, a embaixadora de Timor-Leste em Portugal, Isabel Amaral Freitas, e os adidos da defesa e da educação apresentaram o problema dos passaportes caducados dos trabalhadores timorenses no Reino Unido e dos estudantes em Portugal para que o Governo possa resolver a questão em causa.

O Vice-Primeiro-Ministro, José Reis, disse que o Governo de Timor-Leste, através do Ministério da Justiça e da equipa do recenseamento eleitoral, tratarão, em breve, deste problema.

Notícia relevante: MNEC emite TVU para auxiliar timorenses no estrangeiro

Também a Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação (MNEC), Adaljiza Magno, referiu que o MNEC enviou, no mês passado, uma nota diplomática aos países para reconhecerem a validade dos passaportes timorenses caducados.

O MNEC emitiu já o Título de Viagem Única (TVU) para auxiliar os cidadãos timorenses no estrangeiro com passaportes caducados, mantendo-os, assim, válidos durante a pandemia da covid-19.

Notícia relevante: Embaixada timorense em Portugal apresenta problema de passaportes caducados a delegação de Timor-Leste

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!