iklan

ÚLTIMAS NOTÍCIAS, NACIONAL, NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA, NOTÍCIAS DE HOJE

Repatriamento de mais de 160 timorenses adiado para início do próximo mês

Repatriamento de mais de 160 timorenses adiado para início do próximo mês

Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação (MNEC), Adaljiza Magno. Imagem/Egas Cristovão.

DÍLI, 30 de julho de 2020 (TATOLI) – A Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação (MNEC), Adaljiza Magno, revelou que o repatriamento de mais de 160 trabalhadores e estudantes timorenses foi adiado para o próximo dia 5 de agosto.

“O voo de repatriamento foi reagendado para o próximo dia 5 de agosto por causa de uma mudança na coordenação”, disse a governante, no Palácio do Governo.

Segundo a ministra, o avião da Citilink transportará para Timor-Leste 125 trabalhadores e estudantes da Coreia do Sul e fará escalas em Bali, na Indonésia, recebendo ainda, neste local, cerca de 38 doentes e as suas famílias.

Recorde-se que o Governo timorense fretou um voo da companhia aérea indonésia Citilink, que deveria efetuar hoje o repatriamento de mais de 160 timorenses que vivem na Coreia do Sul, Estados Unidos da América, Tailândia e Malásia bem como a trasladação do corpo de Carlito Pereira.

Notícia relevante: Repatriamento de trabalhadores da Coreia do Sul e trasladação de Carlito previstos para 30 de julho

Também a Diretora da Prestação de Serviços de Saúde, Odete Viegas, tinha antes revelado que o Ministério da Saúde (MS) mantinha a preparação de locais destinados à quarentena dos 160 cidadãos timorenses que regressarão a Timor-Leste num voo de repatriamento.

“Qualquer cidadão que entre no país ficará em confinamento obrigatório em Taci Tolu e Tíbar, onde foram instalados os centros de quarentena pelo Governo timorense”, afirmou recentemente a responsável à Tatoli, em Caicoli.

Notícia relevante: MS prepara locais de quarentena para 160 cidadãos timorenses repatriados

Jornalista: Nelia Fernandes

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!