iklan

ECONOMIA, NACIONAL, NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA, NOTÍCIAS DE HOJE

CGFC analisa propostas aprovadas por comissão interministerial para combate à covid-19

CGFC analisa propostas aprovadas por comissão interministerial para combate à covid-19

Primeira reunião do Conselho de Gestão do Fundo COVID-19. Imagem Tatoli/António Gonçalves.

DÍLI, 21 de abril de 2020 (TATOLI) – O Conselho de Gestão do Fundo Covid-19 (CGFC) analisou, esta quarta-feira, na sua primeira reunião, propostas aprovadas pela Comissão Interministerial de Coordenação da Implementação das Medidas de Prevenção e Controlo do Surto do Novo Coronavírus para combate à doença, revelou o Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Dionísio Babo.

“Neste primeiro encontro, além de analisarmos as propostas aprovadas pelo Conselho Interministerial da covid-19 e Conselho de Ministros, que incluem orçamento para a aquisição de fármacos e equipamentos médicos para a prevenção da covid-19, focámo-nos na discussão dos procedimentos e mecanismos que nos permitem responder a estas propostas”, disse o MNEC, após a reunião do CGFC, em Aitarak Laran.

Segundo Dionísio Babo, o CGFC procedeu também, nesta reunião, à criação de um Secretariado Técnico que visa apoiar este conselho.

“Fazem parte das propostas apreciadas vários adiantamentos, como o pagamento da aquisição de materiais de prevenção da covid-19 através do PNUD [Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento], a retirada dos nossos estudantes de Wuhan, na China, para a Nova Zelândia bem como o repatriamento, custos relativos à quarentena, entre outros”, acrescentou.

Segundo o governante, o CGFC deu igualmente, no encontro, prioridade às propostas com carácter urgente, sobretudo no que toca à aquisição de medicamentos e equipamentos de saúde e aos procedimentos de atribuição de subsídios aos estudantes timorenses no estrangeiro que não usufruem de bolsa.

“Existem, porém, aspetos que devem ficar concluídos. Espero que os equipamentos [de saúde] que estão em fase de aquisição possam ser em breve enviados para o nosso país”, disse.

O CGFC foi criado pelo Parlamento Nacional com o objetivo de assegurar a implementação do Fundo Covid-19. É liderado pelo Ministério das Finanças e fazem parte do órgão o Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação (MNEC), Ministério da Saúde e outros ministérios que integram a equipa do combate à covid-19 bem como o Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC).

Recorde-se que o Presidente da República promulgou no passado dia 6 de abril o decreto para a autorização da realização da transferência extraordinária do Fundo Petrolífero no valor de 250 milhões de dólares.

Do valor total, 100 milhões são destinados à administração pública e os restantes a despesas relativas à prevenção da covid-19.

Jornalista: Antónia Gusmão

Editora: Julia Chatarina

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!