iklan

INTERNACIONAL, DÍLI, NOTÍCIAS DE HOJE

AACTL concede licença a companhia aérea Royal Air Bhutan para efetuar voos entre Díli e Singapura

AACTL concede licença a companhia aérea Royal Air Bhutan para efetuar voos entre Díli e Singapura

DÍLI, 17 de outubro de 2019 (TATOLI) – A Presidente da Autoridade Nacional de Aviação Civil de Timor-Leste (AACTL), Ana Rosália Ximenes Varela, revelou a instituição concedeu licença a Air Timor, em parceria com a Drukair- Royal Bhutan Arlines, para retomar as ligações aéreas entre Díli e Singapura.

Ana Rosália referiu que a AACTL procedeu à licença de voo, após ter sido efetuado uma avaliação quanto aos vários procedimentos a ter em conta, nomeadamente toda a documentação atualizada, o registo de voo, tripulação, manutenção e seguros. A AACTL concluiu então que a companhia aérea Drukair- Royal Bhutan Arlines preenchia todos os requisitos, pelo que foi-lhe autorizada a sua permissão para operar voos comerciais.

“A Air Timor submeteu, em agosto passado, a sua candidatura para então operar voos comerciais em Timor-Leste, retomando as ligações aéreas entre Díli e Singapura. Da nossa parte, efetuámos um estudo aprofundado e verificámos que os documentos submetidos preenchiam todos os requisitos propostos pela ACCTL. Foi então decidido conceder a licença de voo à Drukair- Royal Bhutan Arlines” disse Ana Rosália à Agência TATOLI, esta quinta-feira, no seu gabinete, em Caicoli.

De acordo com Ana Rosália, a AACTL aprovou que a Air Timor em parceria com a Drukair- Royal Bhutan Arlines efetuasse dois voos semanais, às quintas e aos domingos, com as ligações aéreas entre Díli e Singapura.

A presidente da AACTL afirmou ainda que a equipa da empresa aérea da Royal Bhutan Arlines tinha já submetido a carta à AACTL, para que fosse agendada uma reunião entre a Air Timor e a AACTL a fim de debater o assunto.

“Uma equipa da Royal Air Bhutan reuniu-se connosco para abordarmos o processo que envolve todos os procedimentos de aviação. Assim, foi abordado, entre outras, a questão da segurança do nosso aeroporto,” lembrou a presidente da AACTL, salientando que a companhia aérea da Royal Air Bhutan demostrou estar recetiva no que toca ao envio dos aviões para que possam operar em Timor-Leste”, afirmou.

Questionado sobre o preço dos bilhetes de avião, Ana Rosália afirmou que a Air Timor irá em breve revelar à AACTL o custo de cada bilhete.

A presidente lembrou ainda que a AACTL é uma organização que tem como missão garantir a segurança do sistema de transporte aéreo em Timor-Leste, salientando que está agendada um encontro com a Royal Air Bhutan para o dia 7 de Novembro, em Singapura, cujo objetivo é comprovar toda a documentação relativa à tripulação, manutenção, seguros, registos de voos, licenças, entre outras.

Também o Diretor-Executivo do Serviço de Registo e Verificação Empresarial (SERVE), Florêncio Sanches, adiantou ter já recebido toda a documentação relativa à companhia aérea Royal Air Bhutan para poder então operar em Timor-Leste.

De acordo com o diretor da SERVE, a instituição mostra-se convicta de que é necessário haver um maior número de ligações aéreas e de rotas internacionais aéreas para que seja garantida maior competitividade no setor da aviação.

Jornalista : Natalino Costa

Editora    : Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!