iklan

EDUCAÇÃO, HEADLINE

Resultados dos exames ditam a falta de 1.832 professores

Resultados dos exames ditam a falta de 1.832 professores

Diretora dos Recursos Humanos do Ministério da Educação, Anita de Jesus. Foto da Tatoli/Francisco Sony

DÍLI, 19 de abril de 2024 (TATOLI) – O número de 568 concorrentes à Bolsa de Candidatos a Professor que viram as suas provas, na generalidade, aprovadas (com um mínimo de 60 pontos) é manifestamente insuficiente para as necessidades do sistema escolar que são 2.400 efetivos, no dizer da Diretora dos Recursos Humanos do Ministério da Educação, Anita de Jesus.

De facto, foram recentemente divulgados os resultados dos exames dos 11.273 candidatos à Bolsa de Candidatos a Professor do Ministério da Educação, cuja taxa de aprovação rondou os 5%, isto é, os referidos 568, em testes que decorreram entre 15 de março e 16 de abril.

Anita de Jesus especificou onde se alocam os candidatos aprovados, 332 mulheres e 236 homens:  34 no ensino pré-escolar, 170 no ensino básico, 1.º e 2.º ciclos e 364 no 3.º, sendo que, neste nível, o grupo disciplinar que mais sucesso atingiu foi o de língua portuguesa com 106 candidatos aprovados em ambas as provas.

Ocorre que as necessidades de professores por parte das escolas, escalonadas por grupos de recrutamento, ditavam, ainda segundo Anita de Jesus, 200 vagas para o ensino pré-escolar (ficam a faltar 166 educadores de infância), 1.000 para os 1.º e 2.º ciclos (são precisos mais 830 professores) e, para os diferentes grupos disciplinares do 3.º ciclo, 1.200 (serão necessários mais 836 docentes).

Recorde-se que, cada candidato teve de realizar dois exames, um de componente geral e outro, específico, relativo à área de ensino a que se estava a candidatar e a média geral dos pontos obtidos, considerando todas as provas, não ultrapassou os 44.4%.

De qualquer modo, os 568 aprovados serão, tão breve quanto possível, integrados em escolas, havendo, para as vagas não preenchidas, a necessidade de abrir uma nova fase de recrutamento que implicará, necessariamente, novas provas e novos candidaturas. Para este efeito, a Diretora dos Recursos Humanos do Ministério da Educação instou os futuros candidatos a estudarem para as provas.

Notícia relevante: Mais de oito mil candidatos concorreram à Bolsa de Professores

Jornalista: Afono do Rosário

Editora: Isaura Lemos de Deus

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!