iklan

SEGURANÇA

Desastres naturais: 701 desalojados numa semana

Desastres naturais: 701 desalojados numa semana

Foto da Tatoli/Celestina Teles

DÍLI, 29 de janeiro de 2024 (TATOLI) – Entre os dias 23 e 29 deste mês, o país foi atingido por incêndios, ventos fortes e deslizamento de terras que resultaram em 701 desalojados, segundo os dados da Autoridade de Proteção Civil (APC).

Segundo o Chefe de Relações Externas e Comunicação da APC, Nelson Orleãs, a Autoridade tem envidado esforços para prestar assistência médica e alimentar às vítimas.

“Já distribuímos a várias famílias produtos de primeira necessidade. Até ao momento, registamos 701 desalojados, mas a nossa equipa ainda não concluiu o levantamento de dados”, informou o dirigente, em Díli.

De acordo com os dados da APC, 160 habitações privadas ficaram danificadas: três em Manufahi, quatro em Manatuto, seis em Ainaro, nove em Covalima, nove em Lautém, dez em Baucau, 11 em Viqueque, 12 em Bobonaro, 17 em Aileu, 17 em Ermera, 31 em Liquiçá e 44 em Oé-Cusse.

Recorde-se que a Secretaria de Estado da Proteção Civil registou, entre janeiro e março do ano passado, 443 famílias afetadas por desastres naturais. Sete pessoas morreram e duas ficaram feridas.

Notícia relacionada: Proteção Civil regista 443 famílias afetadas por desastres naturais em 2023

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Isaura Lemos de Deus

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!