iklan

INTERNACIONAL

Aberta 16.ª edição do Prémio de Direitos Humanos ‘Sérgio Vieira de Mello’

Aberta 16.ª edição do Prémio de Direitos Humanos ‘Sérgio Vieira de Mello’

Excerto do poster do Prémio de Direitos Humanos ‘Sérgio Vieira de Mello’ (Fonte: Palácio do PR)

DÍLI, 25 de outubro de 2023 (TATOLI) – A Presidência da República de Timor-Leste abriu a 16.ª edição do Prémio de Direitos Humanos 2023 Sérgio Vieira de Mello. O prazo de candidaturas decorrerá entre 23 de outubro e 13 de novembro.

O prémio visa reconhecer o contributo de personalidades timorenses ou estrangeiras, ou organizações, governamentais ou não-governamentais, no processo de promoção, proteção e divulgação dos direitos humanos em Timor-Leste. O prémio será entregue a seis vencedores e um cada vai receber uma quantia de dez mil dólares americanos e um certificado.

Existem duas categorias de prémios, uma relaciona-se com os Direitos Civis e Políticos, “atribuídos a indivíduos ou organizações que defendam, promovam e divulguem os direitos humanos no âmbito dos direitos civis e políticos”, informou um documento da Presidência da República, a que a Tatoli, teve acesso.

A segunda categoria é a dos Direitos Sociais, Económicos e Culturais, que será entregue a “indivíduos ou organizações que desenvolvam atividades de defesa, promoção e difusão dos direitos humanos, nomeadamente na luta contra a pobreza, no desenvolvimento da educação, na saúde, na proteção do ambiente e na solidariedade social”, de acordo com a mesma fonte.

Requisitos dos candidatos

Pessoas individuais podem apresentar candidaturas, mas não de si próprias, e candidatar-se  apenas a uma das duas categorias. Os indivíduos ou organizações premiadas em edições anteriores não se podem apresentar candidaturas; os interessados devem escrever nas línguas oficiais, tétum e português.

O formulário para o concurso poderá ser obtido no Palácio Presidencial, em Díli, na Administração do Município de Díli, ou nos Correios Administrativos, em Quintal Bo’ot, deverá ser preenchido ou enviado para o endereço de email premiusergiovieirademelo.pr@gmail.com

O Prémio Direitos Humanos Sérgio Vieira de Mello, é atribuído anualmente a 10 de dezembro, uma data que assinala o Dia Internacional da Declaração Universal dos Direitos Humanos. A iniciativa visa ainda reconhecer o trabalho realizado pelo brasileiro Sérgio Vieira de Mello enquanto chefe da Missão da ONU de Administração Transitória de Timor-Leste, entre novembro de 1999 e maio de 2002. O diplomata brasileiro morreu a 19 de agosto de 2003, vítima de um atentado no Iraque.

Premiados na 15.ª edição de 2022

Entre os agraciados de 2022, contam-se o timorense Gil Horácio Boavida, fundador da organização HASATIL, que reúne organizações envolvidas nos setores do turismo e da agricultura e a brasileira Simone Assis, diretora executiva do projeto Pro-Ema, criado em 2018 para apoiar jovens mulheres sobreviventes de abusos sexuais. Foram ainda agraciados o Leeuwin Care Centro Santa Bakhita, em Díli, e a organização Masine Neo, de Oé-Cusse. A 15.ª edição premiou ainda a associação ATKOMA, da ilha de Ataúro, a trabalhar desde 2005 no desenvolvimento de um projeto de turismo sustentável.

Notícia relevante:Quatro individualidades e uma organização vencedoras do Prémio Sérgio Vieira de Mello

Jornalista: Afonso do Rosário

Editora: Isaura Lemos de Deus

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!