iklan

POLÍTICA, DÍLI, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Uso do português obrigatório em reuniões do parlamento

Uso do português obrigatório em reuniões do parlamento

O edifício do Parlamento Nacional timorense. Imagem Tatoli//António Gonçalves.

DÍLI, 28 de julho de 2023 (TATOLI) – A língua usada em três das oito sessões plenárias mensais do Parlamento Nacional vai ser o português, revelou Virgínia Ana Belo, Secretária da tutela.

“Por sugestão dos líderes das bancadas parlamentares, discutimos hoje a obrigatoriedade do uso da língua portuguesa nas sessões plenárias. O nosso objetivo é contribuir para desenvolver as competências da língua dos deputados, por isso, a partir de agosto, mensalmente, em três das plenárias, as intervenções terão de ser em Língua Portuguesa”, informou Virgínia Ana Belo, no PN.

Para a Secretária da Mesa, “o PN deve usar o português e dar o exemplo a todas as pessoas, usando as duas línguas oficiais de Timor-Leste. Temos de promovê-las, sobretudo o português”, afirmou.

Para os deputados que tenham dificuldade em fazer as suas intervenções em português, Virgínia Ana Belo recordou que o Parlamento Nacional tem assessores que estarão disponíveis para os ajudar.

Recorde-se que, desde 2011, o uso da língua portuguesa nas sessões plenárias e nas reuniões das comissões parlamentares só era obrigatório uma vez por mês.

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Isaura Lemos de Deus

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!