iklan

INTERNACIONAL, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Timor-Leste e UE formalizam acordo financeiro de 12,7 milhões de dólares

Timor-Leste e UE formalizam acordo financeiro de 12,7 milhões de dólares

Foto Tatoli/António Daciparu

DÍLI, 17 de março de 2023 (TATOLI) – A União Europeia (UE) e Timor-Leste assinaram um acordo financeiro para apoiar a formação profissional, a gestão das finanças públicas, bem como a integração do país nas organizações Regional dos Países do Sudeste Asiático (ASEAN) e do Comércio Mundial (OMC).

O acordo estipula um apoio de 12,7 milhões de dólares americanos para os próximos cinco anos e foi assinado pelo Embaixador da União Europeia em Timor-Leste, Marc Fiedrich, e pela Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação (MNEC), Adaljiza Magno, na Praia dos Coqueiros, Díli.

Adaljiza Magno reconhece que a UE é um dos maiores parceiros de desenvolvimento de Timor-Leste.

“Temos com a UE excelentes relações políticas, estamos juntos na consolidação da democracia e da paz. Estamos atentos à nova Estratégia ‘Global Gateway’ da Comissão Europeia, que trará uma série de novas oportunidades de cooperação, nas áreas da recuperação económica, da digitalização, do clima e energia, da saúde, da educação e da investigação, neste impacto pós-covid-19”, frisou.

Já Marc Fiedrich relembrou que a organização tem uma parceria de longa data com Timor-Leste, baseada nos valores comuns da democracia, dos direitos humanos e do estado de direito.

“Hoje, marcamos mais um passo na nossa cooperação com a assinatura deste acordo que irá contribuir para o desenvolvimento sustentável e integrado de Timor-Leste”, afirmou.

Ambas partes anunciaram que cerca de seis milhões de dólares se destinam ao “desenvolvimento de competências dos recursos humanos e à criação de empregos no setor agroflorestal para jovens, especialmente para as jovens mulheres”.

Mais de três milhões de dólares destinam-se a apoiar “a integração económica de Timor-Leste com o comércio no Sudeste Asiático, reforçando e apoiando mecanismos de coordenação e consulta para a preparação da adesão ao acordo de parceria económica da ASEAN, à OMC e à UE, bem como para o reforço da capacidade de negociação, adesão e implementação de acordos”.

Por último, cerca de três milhões de dólares destinam-se a reforçar a gestão das finanças públicas em Timor-Leste, especialmente para “reforçar a mobilização e gestão das receitas internas e aumentar a transparência, eficiência e eficácia das despesas públicas em benefício de todos timorenses”.

Jornalista: Afonso do Rosário

Editora: Isaura Lemos de Deus

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!