iklan

ECONOMIA, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Criação de Centro de Tais em Covalima pretende ser impulso para mais centros municipais

Criação de Centro de Tais em Covalima pretende ser impulso para mais centros municipais

Ministro José Lucas do Carmo inaugura o Centro de Soru Tais no suco de Loro. Fotografia/MTCI.

DÍLI, 02 de março de 2023 (TATOLI) – O Ministério do Turismo, Comércio e Indústria (MTCI) criou recentemente um Centro de Soru Tais (Tecelagem do Tais) em Covalima e pretende disseminar mais centros com esta valência específica para outros municípios. Este tipo de infraestrutura tem como missão principal acolher e expor os padrões do tais e, deste modo, unir e expor todos os artefactos culturais de cada município.

O Ministro da tutela, José Lucas do Carmo, disse que este centro se destina a grupos de tecelãs e pretende promover não só promover a criatividade daquelas artesãs bem como salvaguardar o tecido nacional timorense.

Para o estabelecimento deste tipo de centro nos outros municípios, o ministério está a aguardar propostas provenientes das autoridades. “Alguns municípios apresentaram já pretensões e vamos analisá-las antes de avançar para a construção”, afirmou o ministro, no Palácio do Governo.

O governante explicou ainda que este tipo de infraestruturas são importantes para o desenvolvimento nacional e para a diversificação da economia do país. O Governo entende, por isso, este tipo de centros como polos de desenvolvimento e manifestações da identidade cultural local e locais de apoio a grupos de tecelãs ou de outras formas de artesanato.

O MTCI já inaugurou o Centro de Soru Tais no suco de Loro, no município de Covalima. Este centro acumula,  entre outros, o grupo de tecelãs Makerek Badaen, composto por 11 membros, e o grupo  Laloran com 13 membros.

O Governo sugeriu às autoridades locais e aos grupos de tecelãs que gerissem bem o centro para que o espaço possa estar disponível a todos os que o queiram utilizar. Para este centro em particular, o Governo alocou mais de 45 mil dólares americanos, segundo informação do ministro.

O ministro recordou que a UNESCO tinha reconhecido, a 14 de dezembro de 2021, o tais como Património Cultural Imaterial da Humanidade. “Temos, por isso, que promover o tais no mercado internacional e garantir a sua qualidade”.

Notícia relacionada: Dia Nacional do Tais celebra-se a 14 de dezembro

O chefe do grupo de tecelãs Makerek Badaen, Romário Afonso de Fátima, mostrou-se satisfeito com a criação do Centro de Soru Tais. “Vou organizar o meu grupo para aumentar a produção do tais e garantir a sua qualidade”.

Jornalista: Jesuína Xavier

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!