iklan

INTERNACIONAL, ECONOMIA, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Timor-Leste já enviou doze mil trabalhadores para Coreia do Sul e Austrália

Timor-Leste já enviou doze mil trabalhadores para Coreia do Sul e Austrália

Trabalhadores timorenses. Imagem Tatoli/António Daciparu.

DÍLI, 25 de novembro de 2022 (TATOLI) – Timor-Leste já enviou 12 mil trabalhadores desde o início do acordo estabelecido com a Coreia do Sul (em 2009) e a Austrália (em 2012), segundo dados da Secretaria de Estado para a Formação Profissional e Emprego (SEFOPE).

O Diretor Geral da SEFOPE, Paulo Alves, disse que mais de cinco mil trabalhadores na área das pescas rumaram à Coreia do Sul, enquanto sete mil se deslocaram à Austrália para trabalharem no setor da horticultura.

Timotia da Costa, que  trabalha atualmente em Adelaide, uma cidade australiana, disse que problemas comuns aos jovens timorenses são a língua inglesa e a dificuldade de adaptação.

“Comecei a trabalhar na Austrália, em 2018, em horticultura para a empresa Sundrop Farms durante cinco meses. Tive depois a oportunidade de estender o meu contrato devido à pandemia da covid-19”, contou a jovem.

Timotia da Costa testemunhou que o programa sazonal da Austrália a ajudou a construir a casa da família, além de ter criado o seu próprio negócio em Díli.

O dirigente da SEFOPE acrescentou que a empresa Kochi Agrifarm iniciou este ano o recrutamento de trabalhadores para o Japão, no qual serão selecionadas seis pessoas para colaborarem no projeto-piloto.

“O recrutamento destina-se a 20 timorenses, mas a empresa empregará, temporariamente, seis pessoas para trabalharem no projeto-piloto. Ainda não recebi nenhuma informação sobre o resultado da seleção, mas a publicação saíra muito em breve”, concluiu Paulo Alves, em Caicoli.

Equipa da Tatoli

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!