iklan

ECONOMIA, DÍLI, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Melhor gestão da água na base do lançamento de um programa em Díli

Melhor gestão da água na base do lançamento de um programa em Díli

Iniciaram um Programa de Conservação de Água e dos Solos em Metiaut, Díli.Imajen Tatoli/Francisco Sony.

DÍLI, 07 de outubro de 2022 (TATOLI) – A Autoridade Nacional para a Água e o Saneamento (ANAS) e a Organização Não-Governamental (ONG) Permacultura de Timor-Leste (Permatil) iniciaram hoje um Programa de Conservação de Água e dos Solos em Metiaut, Díli.

O programa visa construir infraestruturas que retenham a água e, por via das mesmas,  prevenir a erosão e degradação do solo e as inundações no país.

Este projeto-piloto vai beneficiar 600 comunidades de 18 aldeias – 16 na capital e duas no município de Aileu.

O Ministro das Obras Públicas, Abel Pires, disse que o ministério concedeu 2,5 milhões de dólares americanos para o programa em apreço.

“O Governo alocou cerca de 300 milhões de dólares para a recuperação dos danos causados pelas cheias, no ano passado. Precisamos de conservar a água nas colinas para prevenir possíveis consequências de inundações, nomeadamente em infraestruturas básicas”, informou o ministro, à margem do lançamento do programa, em Metiaut, Díli.

O governante sublinhou que o ministério vai implementar ainda o programa em outros municípios.

Também o Presidente da ANAS, Domingos Pinto, recordou que a autoridade trabalha em parceria com o Ministério das Obras Públicas, com a Secretaria de Estado do Ambiente e com a Permatil para conservar a água.

“É importante planear os trajetos da água, a partir das nascentes, de modo a que esta não resulte em inundações, como aconteceu nos últimos dois anos, causando vítimas mortais e destruindo infraestruturas básicas. Isto é uma lição para que possamos evitar acontecimentos semelhantes”, adiantou.

Já o Diretor da Permatil, Ego Lemos, mostrou-se satisfeito com o apoio do Executivo para os cuidados a levar a cabo na gestão da água em vários locais.

“Conseguimos convencer várias entidades e o Governo a priorizarem a conservação de água nas encostas das montanhas de modo a prevenir os danos causados pelos desastres naturais”, informou.

Ego Lemos destacou a importância do esforço e da contribuição de todos os habitantes para prevenir o risco dos desastres naturais.

O dirigente explicou que a organização tem-se envolvido em atividades qu resultam numa melhor gestão da água em mais de 400 aldeias no país.

Notícia relevante: Cooperação francesa destaca importância da conservação da água

Jornalista: Isaura Lemos de Deus

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!