iklan

ECONOMIA, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

EDTL tenciona captar energia solar em 2023

EDTL tenciona captar energia solar em 2023

Presidente da EDTL, Paulo da Silva. Imagem Tatoli /Egas Cristovão.

DÍLI, 07 de outubro de 2022 (TATOLI) – A empresa de Eletricidade de Timor-Leste (EDTL) está a estudar a possibilidade de introduzir no mercado energia solar por via de painéis fotovoltaicos.

O Presidente do Conselho de Administração, Paulo da Silva, salientou que o estudo de viabilidade ficará concluído no próximo mês e que, previsivelmente, em dezembro será aberto um concurso público.

“Os resultados do concurso serão divulgados em final de fevereiro [de 2023] e a construção física de uma infraestrutura apta a captar energia solar terá início em abril. Manatuto é um dos locais viáveis para que se capte energia solar fotovoltaica com uma capacidade entre os 72 e os 80 megavolts”, informou Paulo da Silva, no Palácio Presidencial.

O responsável destacou a importância de se introduzir uma energia alternativa no país para reduzir as despesas, pois, anualmente, o Governo timorense gasta entre 108 e 110 milhões de dólares americanos na compra de materiais, na manutenção, nos custos operacionais e em combustíveis para as centrais elétricas de Hera e Betano.

“Para o ano prevemos uma despesa de 200 milhões de dólares, face a um custo atual de 157 milhões”, detalhou.

Paulo da Silva explicou que as despesas do Estado não são proporcionais às receitas, pois tanto o mercado, como a procura são pequenos.

“A melhor solução para a sustentabilidade da EDTL é promover iniciativas de investimento, através de energias renováveis para reduzir as despesas, aumentar os rendimentos e atrair investidores”, concluiu.

Notícia relevante: EDTL arrecadou 34,4 milhões de dólares em receitas

Jornalista: Afonso do Rosário

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!