iklan

HEADLINE, NACIONAL, NOTÍCIAS DE HOJE

Parlamento atribui 10 mil dólares para vencedor do prémio liberdade de expressão Max Stahl

Parlamento atribui 10 mil dólares para vencedor do prémio liberdade de expressão Max Stahl

Deputado Joaquim dos Santos. Imagem/Antonio G.

DÍLI, 20 de setembro de 2022 (TATOLI) – O Parlamento Nacional (PN) decidiu atribuir 10 mil dólares americanos para o vencedor do Prémio Liberdade de Expressão Max Stahl, o jornalista britânico que gravou o massacre do Cemitério de Santa Cruz, em 12 de novembro de 1991.

Este prémio, além de incentivar a produção de conteúdos sobre a defesa da liberdade de expressão, visa homenagear Max Stahl e perpetuar a sua memória.

O Presidente da Comissão A, que trata dos Assuntos Constitucionais e da Justiça, deputado Joaquim dos Santos ‘Boraluli’, disse que o PN já aprovou uma resolução sobre a criação daquele prémio. Ele será destinado a cidadãos nacionais e estrangeiros que defendam a liberdade de expressão.

O resultado da votação para a atribuição do prémio de liberdade de expressão Max Stahl ditou 48 votos a favor, zero contra e nenhuma abstenção.

“A liberdade de expressão é uma matéria universal na defesa dos direitos dos cidadãos. O PN aprovou, por isso, um regulamento para a atribuição do prémio às pessoas que defendem a liberdade de expressão. Aquele regulamento visa, entre outros, dar competência à comissão A para criar um júri composto por cinco pessoas”, declarou Joaquim dos Santos ‘Boraluli’.

Segundo o deputado, a comissão A começou hoje a identificar a natureza dos elementos do júri, tais como jornalistas, juristas, advogados, docentes da área do direito, autores de obras científicos sobre a liberdade de expressão e direitos dos cidadãos, entre outros.

“Antes do dia 30 de setembro teremos um júri reunido. Como resultado do  trabalho, o júri vai escolher apenas três pessoas, uma das quais vai ser vencedora”, explicou. Joaquim dos Santos referiu ainda que o PN vai publicitar este concurso.

Notícia relevante: PN timorense pretende criar prémio liberdade de expressão Max Stahl

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

One Comment

  1. A liberdade de expressao, outrora nao existente, solteira, natural do ser humano dos cinco continentes, moradora na Rua da Esperanca numero 1, 9400 Dili Codex, vem mui respeitosamente solicitar a Vossas Excelencias no poder em Timor Leste, que seja dada ao Povo de Timor Leste a liberdade de se expressarem no que se refere a “FRATERNIDADE HUMANA”, tao em voga por meia duzia de ilustres timorenses a fim de se trazer de volta aqueles que nao davam e nunca deram essa citada liberdade, quer seja de expressao ou de qualquer outra com terminacao em “ao”.
    Gostaria ainda de realcar que a liberdade de expressao dessa meia duzia de ilustres, termina quando a liberdade de expressao do nosso Povo comeca.
    Pede deferimento
    Liberdade da Graca de Deus de Jesus

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!