iklan

DÍLI, HEADLINE, NACIONAL, NOTÍCIAS DE HOJE

Mais de 36 mil timorenses beneficiaram do programa da CRS

Mais de 36 mil timorenses beneficiaram do programa da CRS

Country Manager CRS, Yane Tamonob Pinto. Imagem da TATOLI/Egas Cristóvão

DÍLI, 01 de outubro de 2021 (TATOLI) – A missão do Serviço Católico de Assistência (CRS, em inglês) em Timor-Leste dura há mais de quatro décadas e, em colaboração com várias confissões religiosas, tem providenciado formação a nível comunitário nas áreas da agricultura, resposta a emergências e recuperação, saúde, nutrição e construção da paz.

A gestora da CRS, Yane Tamonab Pinto, disse que, desde a sua existência no país, o organismo prestou serviço comunitário a 36 mil timorenses.

“A CRS é uma organização católica com presença em Timor-Leste há mais de 40 anos. Colaboramos com várias confissões religiosas, providenciamos assistência nas áreas da saúde, nutrição e agricultura”, informou a gestora da CRS, Yane Tamonab Pinto, à Tatoli, em Fatuhada.

A gestora revelou ainda que “a situação atual da pandemia tem um impacto na nossa missão, mas continuamos a fornecer os serviços de saúde à comunidade no combate à transmissão da covid-19”.

A existência da CRS em Timor-Leste data do período da ocupação indonésia, em 1979, com a missão principal de apoiar o programa de resposta a emergências.

Após o referendo sobre a independência de 1999, este serviço, em coordenação com a igreja, forneceu assistência às famílias afetadas pela violência praticada pelas milícias pró-Indonésia.

Jornalista: Afonso do Rosário

Editor: Zezito Silva

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!