iklan

POLÍTICA, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Parlamento Nacional aprova voto pesar a Satsuki Eda

Parlamento Nacional aprova voto pesar a Satsuki Eda

O ex-ministro do Japão, Satsuki Eda.

DÍLI, 03 de agosto de 2021 (TATOLI) – Os representantes do povo no Parlamento Nacional aprovaram hoje um voto de pesar para prestar a última homenagem ao ex-ministro do Japão, Satsuki Eda, pelo seu reconhecimento e contribuição ao povo de Timor-Leste no processo da luta de libertação nacional.

O resultado da votação dos deputados foi de 28 votos a favor, 0 contra e 0 abstenções.

Satsuki Eda foi um político japonês que desempenhou funções como Ministro da Justiça e do Ambiente, entre outras.

“O Parlamento Nacional de Timor-Leste, através da Comissão Permanente, reuniu hoje e aprovou o voto de pesar ao ministro do Japão, apresentando igualmente as suas condolências à família de Satsuki Eda”, declarou o Presidente do PN, o deputado Aniceto Longuinhos Guterres Lopes, em sessão plenária.

O presidente salientou ainda que Satsuki Eda foi um ativista, advogado, juiz e político, fundador do Fórum Parlamentar de Timor-Leste em 1996.

Satsuki Eda, membro o Partido Democrático do Japão, nasceu no dia 22 de maio de 1914, em Naka Ward, Okayama e faleceu no dia 28 de julho de 2021.

A contribuição de Satsuki para o processo da luta pela libertação de Timor-Leste

No mês de dezembro de 1991, após o Massacre de Santa Cruz em Díli, Satsuki Eda mobilizou o parlamento nacional japonês, com 262 deputados, para assinarem uma petição no sentido de pedir o apoio do Japão ao povo de Timor-Leste e encorajar os timorenses a continuarem a lutar contra a ocupação indonésia.

Satsuki Eda continuou a alertar a comunidade japonesa e os congressistas norte-americanos durante o mês de setembro de 1992, com o intuito de exigir ao Secretário Geral das Nações Unidas (ONU) um papel ativo na luta dos timorenses.

Em 1996, os 67 membros do parlamento nacional japonês entregaram a petição ao Primeiro-Ministro da Austrália, aquando da sua visita ao Japão, exigindo uma solução para a ocupação indonésia de Timor-Leste.

Em agosto de 1999, Satsuki Eda, juntamente com a missão do Parlamento japonês, deslocou-se a Timor-Leste para observar os preparativos do referendo sobre a independência nacional.

O Presidente do Parlamento Nacional timorense agradeceu a intervenção política e a persistência diplomática de Eda, determinante para a sensibilização no Japão e no mundo para a situação difícil do povo de Timor-Leste e a sua vontade soberana sobre o destino da nação.

A proposta do voto de pesar foi apresentada pelos deputados Adriano do Nascimento e José Agustinho Sequeira ‘Somtoxo’.

Jornalista: Evaristo Martins/Tradutor: Domingos Piedade

Editor: Cancio Ximenes

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!