iklan

NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA, NOTÍCIAS DE HOJE, SAÚDE

Mulheres com papel relevante na assistência a doentes de covid-19

Mulheres com papel relevante na assistência a doentes de covid-19

Mulheres com papel relevante na assistência a doentes de covid-19.

COVALIMA, 08 de março de 2021 (TATOLI) – As profissionais de saúde mulheres assumem um papel relevante na prevenção e no combate ao novo coronavírus no país, desde a assistência à transferência de doentes com covid-19.

No âmbito do Dia Internacional da Mulher, comemorado a 08 de março, a Agência Tatoli entrevistou algumas mulheres, profissionais de saúde, destacadas nos postos administrativos de Fatumea e Tilomar, no Município de Covalima.

Segundo Dionísia Amaral, médica de clínica geral do Ministério da Saúde, os médicos têm a obrigação de cumprir o lema “A saúde do meu doente é a minha primeira preocupação”.

“Enquanto pessoa, o primeiro sentimento que surgiu foi o medo de lutar contra a covid-19, visto que o vírus tem vitimado milhões de pessoas em todo o mundo”, afirmou, garantindo, contudo, que envida todos os esforços para combater a doença no país.

Na mesma linha, Meliana Rica, técnica do Laboratório Nacional de Saúde, defende que “a saúde do povo é uma missão fundamental de todos os médicos”.

A médica acrescentou que, embora inúmeros cidadãos não acreditem na existência do vírus no país, os profissionais de saúde se mantêm com as ações de sensibilização e de divulgação de informação junto da população timorense sobre as medidas restritivas para prevenção e combate à covid-19.

Fez, como tal, um pedido a todos os cidadãos timorenses que mantivessem a tranquilidade e depositassem confiança nos profissionais de saúde na luta contra o vírus.

“Vamos rezar uns pelos outros de modo a que Deus nos proteja em cada passo que damos diariamente”, apelou.

Também Natalícia da Silva, médica geral da vigilância epidemiológica, disse que a luta contra a covid-19 não é apenas responsabilidade dos médicos, mas de todos os cidadãos, pelo que lhes pediu que cumprissem as medidas restritivas impostas pelo Ministério da Saúde e Organização Mundial de Saúde, nomeadamente o distanciamento físico, a lavagem das mãos e o uso das máscaras.

A profissional recordou, de igual modo, que a realização dos testes em massa visa conter a propagação da transmissão local em todo o território.

Fabíola Nunes, membro da equipa da vigilância epidemiológica, agradeceu, por sua vez, à população e às autoridades locais a sua cooperação com os profissionais de saúde na realização do teste em causa.

Recorde-se que existe uma equipa de mais de 20 profissionais de saúde destacados nos municípios de Díli e Covalima, liderada por um médico e chefe de equipa de vigilância epidemiológica e Laboratório do Município de Covalima, António Sales e Serafim Moniz, respetivamente.

Registaram-se até 7 de março deste ano 17 casos ativos em Covalima. Os dados foram recolhidos pela equipa de vigilância epidemiológica através de um teste em massa, realizado entre os dias 16 de fevereiro e 6 de março. A equipa em causa continuará a recolha de mais de três mil amostras neste município.

 Jornalista: Eugénio Pereira

Editor: Francisco Simões

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!