iklan

ECONOMIA, NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA, NOTÍCIAS DE HOJE

BNCTL disponibiliza Crédito Buka’e a funcionários efetivos e contratados

BNCTL disponibiliza Crédito Buka’e a funcionários efetivos e contratados

Diretor-Executivo do Conselho de Administração do Banco Nacional de Comércio de Timor-Leste (BNCTL), Brígido de Sousa.

DÍLI, 05 de outubro de 2020 (TATOLI) – O Diretor-Executivo do Conselho de Administração do Banco Nacional de Comércio de Timor-Leste (BNCTL), Brígido de Sousa, revelou que a instituição bancária pretende conceder o Crédito Buka’e e Multiusos aos funcionários efetivos e contratados.

“A intenção do Crédito Buka’e é atender às necessidades de emergência. O BNCTL disponibiliza também o crédito consultivo ou multiusos aos funcionários públicos ou os que têm contratos com o setor privado. Podem aceder ao crédito entre um a cinco anos”, disse hoje Brígido de Sousa, à Tatoli, no Timor-Plaza, Díli.

O diretor-executivo explicou ainda que os funcionários poderão aceder ao Crédito Buka’e sempre que estiverem numa situação de emergência ou em dificuldades financeiras.

“A título de exemplo, quando necessitarem de enviar os filhos para a escola, de fazerem tratamento médico ou realizarem o lia-mate, poderão então recorrer ao crédito”, afirmou.

Brígido de Sousa adiantou ainda que o acesso ao Crédito Buka’e com a duração de um ano varia entre os 500 e os dez mil dólares americanos.

Segundo o diretor-executivo, para ter acesso ao crédito deverão ser cumpridos alguns requisitos tais como o salário ser pago através da conta do BNCTL, serem funcionários públicos e contratados por uma determinada empresa.

“Não é permitido o apoio a quem não recebe o salário através do BNCTL, porque isto pode representar um risco. Quando os vencimentos são pagos através do BNCTL, significa que têm obrigações em garantir o pagamento do crédito”, disse.

Brígido de Sousa afirmou ainda que o banco deverá analisar com detalhe os vencimentos de cada funcionário para que possam aceder ao crédito.

“Há funcionários que podem aceder ao crédito até ao montante de dez mil dólares durante um ano caso os seus salários o cubram. No entanto, alguns acabam por pedir crédito até 10 mil dólares, sem que os seus salários o justifiquem. Recordo que o banco só pode conceder o crédito conforme os salários dos funcionários. Segundo um dos requisitos do banco, o crédito deve corresponder a menos de 50% dos salários dos funcionários”, explicou.

 “Os funcionários contratados por empresas devem apresentar os seus contratos de trabalho, indicando a sua duração. Assim, com um contrato até seis meses, o banco disponibilizará crédito até seis meses, enquanto um contrato de um ano, o banco concederá um crédito até um ano. Já em relação às pessoas que trabalham em situação permanente, o banco conceder-lhes-á um crédito entre cinco a oito anos”, concluiu.

Jornalista: Nelia Fernandes

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!