iklan

ECONOMIA, HEADLINE

Xanana: instalação do cabo submarino de fibra ótica prevista para dezembro

Xanana: instalação do cabo submarino de fibra ótica prevista para dezembro

Reunião entre Timor-Leste e os Parceiros de Desenvolvimento (TLPDM, em inglês), que decorreu entre os dias 15 e 17, no Ministério das Finanças. Foto da Tatoli

DÍLI, 17 de maio de 2024 (TATOLI) – No âmbito da Reunião entre Timor-Leste e os Parceiros de Desenvolvimento (TLPDM, em inglês), que decorreu entre os dias 15 e 17, no Ministério das Finanças, o Primeiro-Ministro, Xanana Gusmão, destacou que acredita que até ao fim do ano o projeto de instalação do cabo submarino de fibra ótica esteja finalizado.

“Esta é uma infraestrutura crucial que irá permitir alavancar o setor privado e facilitar o desenvolvimento socioeconómico da população”, referiu o Chefe do Executivo, no seu discurso, no Ministério das Finanças, em Díli.

Xanana Gusmão destacou a necessidade de o Governo fornecer uma visão clara para os próximos cinco anos, para permitir que os parceiros de desenvolvimento continuem a alinhar as prioridades do Governo nos Programas Estratégicos de Cooperação.

“As vossas prioridades têm de ser as nossas prioridades. As vossas soluções para os problemas e desafios que o país enfrenta têm de ser as nossas soluções – num verdadeiro esforço coletivo de coordenação. Vamos acelerar políticas estratégicas, como é o caso do processo de Descentralização, passando do quadro jurídico para a ação, para que os serviços públicos cheguem, depressa e bem, a todos os cidadãos timorenses”, acrescentou.

Xanana Gusmão adiantou que se deve apostar também em novas políticas, como é o caso da promoção da economia azul e a ponderação sobre projetos de energia renovável, num modelo económico que aproxime as comunidades do oceano, e que aproxime Timor-Leste das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

“O Governo está a preparar uma Política e Plano de Ação para a Economia Azul para discussão em Conselho de Ministros e posterior consulta pública. A seu tempo, os parceiros de desenvolvimento irão ser também desafiados a contribuir para esta visão e respetivas prioridades”, explicou.

Xanana Gusmão acrescentou que nos próximos anos continuará a ser dada prioridade total aos setores da saúde e da educação, melhorando estes serviços públicos essenciais.

Por sua Vez, o Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Bendito Freitas, informou que, na reunião, os parceiros de desenvolvimento reafirmaram o compromisso de avançar na cooperação e continuar a apoiar o desenvolvimento do país.

Notícia relacionada: Parceiros de desenvolvimento reúnem-se com Governo

Jornalista: Afonso do Rosário

Editora: Isaura Lemos de Deus

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!