iklan

INTERNACIONAL, HEADLINE

Grisel Innis: Cuba e Timor-Leste gozam benefícios mútuos nas relações diplomáticas

Grisel Innis: Cuba e Timor-Leste gozam benefícios mútuos nas relações diplomáticas

Embaixadora de Cuba, Grisel Innis. Fotografia da Tatoli/Francisco Sony.

DÍLI, 13 de maio de 2024 (TATOLI) – Assinala-se este ano o 22.º aniversário das relações diplomáticas entre Cuba e Timor-Leste. Desde que as relações diplomáticas foram estabelecidas no dia da Restauração da Independência do país, Cuba tem dado um apoio significativo ao desenvolvimento de Timor-Leste, em particular nos setores da saúde, educação e desporto.

Em conferência de imprensa, a Embaixadora de Cuba em Timor-Leste, Grisel Innis, destacou que através das relações com Timor-Leste, os cubanos “ganham amigos, irmãos, família,  levam consigo a colaboração médica ao país, levam consigo o carinho e solidariedade do povo timorense, bem como o conhecimento da língua tétum”.

A diplomata recordou ainda que a cooperação entre os dois países se iniciou em 2003, com um encontro entre o ex-Presidente cubano Fidel Castro e o então homólogo timorense, Xanana Gusmão, juntamente com uma delegação que incluía Mari Alkatiri, José Ramos Horta e Rui Maria de Araújo, em Kuala Lumpur, na Malásia. Desde então, foram enviados 1.600 jovens timorenses para frequentar formação médica em diferentes universidades cubanas.

No domínio da educação, a diplomata referiu que o Executivo cubano também tem colaborado no programa de alfabetização Sim, Eu Posso para apoiar o Governo timorense no combate ao analfabetismo no país.

De acordo com a embaixadora, a colaboração de Cuba com Timor-Leste inclui também a consultoria desportiva, a agricultura cooperativa, bem como as artes e a cultura. A diplomata referiu também que foram assinados programas com o objetivo de enviar jovens timorenses para frequentar cursos superiores naquele país.

“Desejamos a Timor-Leste uma longa vida, aos seus dirigentes, e aos laços de amizade entre os dois países. Como disse o Comandante Fidel Castro, um dia Timor Leste será o Farol de Alexandria para toda a região, onde Cuba contribuiu com o seu grão de areia”, concluiu.

Recorde-se que, até julho do ano passado, o Governo cubano tinha concedido bolsas de estudo a 1.530 jovens e médicos timorenses.

Jornalista: Afonso do Rosário

Editora: Isaura Lemos de Deus

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!