iklan

INTERNACIONAL, HEADLINE

Preparativos para visita do Papa Francisco vão ser avaliados por delegação do Vaticano

Preparativos para visita do Papa Francisco vão ser avaliados por delegação do Vaticano

Papa Francisco.

DÍLI, 30 de abril de 2024 (TATOLI) – O Papa Francisco estará de visita ao país entre os dias 09 e 11 de setembro. Ainda que a preparação de um palco em Tasi Tolu para o principal evento – a missa campal – esteja em andamento, a estadia de Sua Santidade em Timor-Leste requere um conjunto de preparativos mais complexo do ponto de vista de recursos humanos, segurança, mobilidade de transportes, infraestruturas, sistemas de saúde e de apoio logístico e até alguns incómodos à rotina do dia-a-dia da capital.

É para verificar o bom andamento do conjunto daqueles preparativos que uma delegação do Vaticano virá, no início de junho, a Timor-Leste. Contará com contatos próximos com representantes da Igreja Católica e do Governo.

Personalidade com especiais responsabilidades na visita do Sumo Pontífice ao é o Padre Guilhermino da Silva, Vice-Coordenador da Comissão Organizadora da Igreja Católica para a visita do Papa. O mesmo informou que o Governo e a Igreja se têm estado a coordenar para que os preparativos se desenrolem de uma maneira articulada e produtiva e que, em última instância, o país receba Sua Santidade com a dignidade que merece até, porque “a visita do Papa Francisco não é apenas uma visita pastoral, mas também uma visita de Estado”.

Guilhermino da Silva recordou, precisamente, que a construção do palco em Tasi Tolu, local onde o Papa vai celebrar uma missa campal para milhares de fiéis atingiu o patamar de 30% e a reabilitação do Centro de Convenções de Díli, local onde o Papa se encontrará com jovens timorenses, está na ordem dos 75%.

O Sacerdote adiantou ainda que, de acordo com estimativas, a visita do Papa Francisco poderá mobilizar entre 500 mil a 600 mil peregrinos, para além de convidados da Indonésia, da Austrália e de alguns países do sudeste asiático. O principal evento, a missa campal, envolverá um coro conjunto de 1.100 pessoas, composto por membros de coros das dioceses de Díli, de Baucau e de Maliana.

Na verdade, Timor-Leste será, muito provavelmente, itinerário para crentes de países vizinhos visitarem o país aquando da visita do Sumo Pontífice, sendo de esperar que se registe alguma vitalidade económica a nível do turismo religioso, especialmente na hotelaria e restauração. Por outro lado, é sabido que parte dos 12 milhões de dólares americanos serão investidos em infraestruturas que permanecerão após a visita papal.

Recorde-se que, de modo a organizar as atividades de preparação da referida visita, o Governo deliberou autorizar a despesa até ao montante de 12 milhões de dólares americanos do Fundo de Contingência para a Comissão Coordenadora de Alto Nível Institucional.

Notícia relacionada: Iniciada construção do palco onde Papa Francisco celebrará missa

Jornalista: Afonso do Rosário

Editora: Isaura Lemos de Deus

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!