iklan

DÍLI, HEADLINE, NACIONAL, NOTÍCIAS DE HOJE

Fernanda Lay solicita a Governo verbas orçamentais extra para custear despesas dos efeitos de desastres naturais

Fernanda Lay solicita a Governo verbas orçamentais extra para custear despesas dos efeitos de desastres naturais

Presidente do PN, Maria Fernanda Lay. Foto da Tatoli/Egas Cristóvão.

DÍLI, 06 de julho de 2023 (TATOLI) – A Presidente do Parlamento Nacional (PN), Maria Fernanda Lay, solicitou hoje ao IX Governo que alocasse, no Orçamento Retificativo de 2023, um montante para a mitigação dos efeitos dos desastres naturais. Na pretensão da presidente do PN está a intenção de reparar os danos causados pelas cheias que ocorreram no passado fim de semana e os de futuros eventos semelhantes.

De facto, as chuvas torrenciais que assolaram nove municípios de Timor-Leste, no fim de semana, e duraram três dias seguidos, causaram 274 estragos em residências, em várias infraestruturas rodoviárias, um estudante morto e uma criança ainda com paradeiro desconhecido.

“As consequências das fortes chuvas que ocorreram no passado fim da semana foram consideráveis. Assim, solicitei ao Governo timorense que previsse um orçamento para desastres naturais no país”, disse Fernanda Lay, em declarações aos jornalistas, após o término encontro com o Ministro de Estado dos Negócios e Estrangeiros do japonês, Takei Shunsuke, no Parlamento Nacional.

Maria Fernanda Lay acrescentou que o Governo tem de se deslocar ao terreno para aferir dos reais estragos e para dar um apoio imediato, tal como tentar controlar caudais de rios, reabilitar acessos e ainda distribuir bens de primeira necessidade a vítimas. “No caso de emergências provocadas por desastres naturais, vamos trabalhar juntamente com as entidades relevantes para minimizar, tanto quanto possível, os efeitos das inundações. Temos de analisar a importância da alocação de verbas no orçamento retificativo, especialmente destinadas aos efeitos dos desastres naturais”, apelou.

Maria Fernanda Lay, face aos efeitos das inundações recentes, fez um apelo à população timorense e à Secretaria de Estado da Proteção Civil para se unirem e consolidarem forças para resolver a situação das vítimas. A presidente salientou ainda que a comissão E, que trata dos Assuntos das Infraestruturas, vai fiscalizar e identificar eventuais problemas de fundo nas infraestruturas destruídas ou danificadas durante as chuvas torrenciais do passado fim de semana.

Noticia relevante: Chuvas torrenciais: danos estruturais, desalojamento de famílias e quatro crianças desaparecidas

 Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editor: Isaura Lemos de Deus

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!