iklan

INTERNACIONAL, DÍLI, NOTÍCIAS DE HOJE, SEGURANSA NO DEFEZA

Austrália oferece seis lanchas à componente naval timorense

Austrália oferece seis lanchas à componente naval timorense

Foto das F-FDTL

DÍLI, 09 de março de 2023 (TATOLI) – O Governo australiano disponibilizou seis lanchas à componente naval das Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL). As embarcações destinam-se inicialmente à formação do corpo fuzileiro e, ulteriormente, passarão a ser ativos relevantes da força marinha timorense estando, entre outras, aptas ao patrulhamento de águas territoriais e ao salvamento e resgate de náufragos ou de outro tipo de vítimas, revelou o Comandante da tutela, o Capitão-do-Mar-e-Guerra, Higínio das Neves.

As lanchas australianas são embarcações rápidas com capacidade para uma multiplicidade de funções, em ambiente marítimo e de apoio à componente terrestre e, geralmente, aptas a movimentos de defesa e ataque militar. Armadas, têm sido valiosos recursos na defesa contra a pirataria em águas internacionais. A nível civil, têm também sido usadas para salvamento e resgate aquando de populações isoladas por via de inundações.

O comandante explicou que um dos planos do Governo timorense era a aquisição de algumas lanchas, pois para formar os fuzileiros era necessário ter esse equipamento. A formação de fuzileiros envolve o domínio destas embarcações em alto mar e sob condições marítimas adversas pelo que a posse destas lanchas é tida como fundamental.

“O nosso parceiro de cooperação, o Governo australiano, ofereceu-nos seis lanchas, assim poderemos treinar no combate aos crimes que ocorrem nas nossas águas territoriais”, informou aos jornalistas, em Hera, Díli.

Higínio Soares acrescentou que estas lanchas serão um reforço fundamental para a componente naval das Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL) e espera usá-las tão breve quanto possível.

Recorde-se que o Governo australiano anunciou, no ano passado, que iria oferecer dois navios de patrulha às F-FDTL, cujo valor total do pacote de apoio, incluindo a manutenção dos navios durante 30 anos, rondaria os 300 milhões de dólares australianos. A entrega está prevista para este ano.

Notícia relacionada: Ramos Horta pede a componente naval que assegure soberania marítima

Jornalistas: Natalino Costa/ Afonso do Rosário

Editor: Zezito Silva/ Editora: Isaura Lemos de Deus 

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!