iklan

ECONOMIA, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Mais de 200 timorenses assinaram contratos para trabalhar na Coreia do Sul

Mais de 200 timorenses assinaram contratos para trabalhar na Coreia do Sul

Diretor Nacional de Emprego Exterior, Filomeno Soares. Imagem Tatoli/Egas Cristóvão.

DÍLI, 09 de janeiro de 2023 (TATOLI) – São 211 os timorenses que assinaram contratos para trabalhar na Coreia do Sul já no decorrer deste ano. Segundo o Diretor Nacional de Emprego Exterior (DNEE) da Secretaria de Estado da Formação Profissional e Emprego (SEFOPE), Filomeno Soares, estes trabalhadores viajarão brevemente para a Coreia do Sul.

De acordo com o diretor do DNEE, os trabalhadores vão trabalhar nas áreas da pesca e na manufatura de produtos em períodos que variam entre os três e os quatro anos.

“Atualmente ainda não confirmamos quem vai trabalhar em quais áreas. Numa primeira fase, os trabalhadores vão receber alguma formação visando algum conhecimento sobre a cultura local, as regras de serviço, algumas leis em vigor na Coreia do Sul, entre outras coisas tidas como necessárias”, disse Filomeno Soares.

Vítor Araújo, 26 anos, um dos futuros trabalhadores, disse à TATOLI que se sente triste por ter de sair de Timor-Leste, porque, na sua experiência sobre o acesso a oportunidades de emprego locais, torna-se muito difícil ajudar a família. O jovem é estudante da UNTL, completou o seu estágio numa escola e recebeu uma oferta de um contrato de voluntariado na mesma, mas decidiu rejeitá-lo e fazer um curso de língua coreana visando trabalhar na Coreia do Sul.

“Agradeço esta oportunidade porque poderei pagar os estudos dos meus irmãos e melhorar as condições da minha família, por isso decidi ir trabalhar para a Coreia do Sul”, afiançou o jovem.

Equipa da TATOLI

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!