iklan

ECONOMIA, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Apresentados progressos do Plano Estratégico de Desenvolvimento

Apresentados progressos do Plano Estratégico de Desenvolvimento

Ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fidélis Magalhães. Imagem TATOLI/Francisco Sony.

DÍLI, 08 de setembro de 2022 (TATOLI) – O Primeiro-Ministro, Taur Matan Ruak, e a equipa da Agência Nacional de Planeamento, Monitorização e Avaliação (ANAPMA) apresentaram os resultados do Relatório de Avaliação sobre a Implementação da segunda fase do Plano Estratégico de Desenvolvimento (PED). Este relatório debruça-se, em particular, sobre os objetivos alcançados durante o período 2017-2020.

“A base para poder avaliar o sucesso, neste relatório é, justamente, o estado das coisas no ano de 2017, altura em que foi concluído, dado que ele abrange o período de 2011 – 2016. Desse referencial avaliaremos as melhorias para o período 2017-2020”, declarou Fidélis Magalhães, no Palácio do Governo.

O Ministros da Presidência do Conselho de Ministros revelou ainda que o relatório foi elaborado com base nas respostas aos questionários entregues a diversas entidades e  agências da Organização das Nações Unidas (ONU), que apoiam o Governo, bem como em relatórios governamentais e ainda outros produzidos pelo Instituto Nacional de Estatística.

O documento em análise evidencia que, entre 2015 e 2020, foram pensadas e formalmente inscritas 202 atividades com metas associadas, das quais:

– 53 já foram implementadas, sendo que 46 estão em fase de conclusão;

– 89 ainda estão em desenvolvimento;

– 08 estão relativamente atrasadas;

– 04 não foram iniciadas (apesar de estarem formalizadas em base de dados própria).

“Houve um aumento moderado do número de metas finalizadas de 40 para 53 e metas em vias de conclusão de 27 para 46 durante o período 2017-2020, se comparadas com o período anterior”, especificou o ministro.

Este mesmo relatório anterior quantificava, por setores, o estado de avanço dos objetivos inicialmente pensados. Assim:

  1. No setor do capital social foram definidas 60 metas na primeira fase em 2015. Destas, no final de 2020:

– 17 já foram implementadas, estando 14 quase concluídas;

– 27 estão em desenvolvimento;

– 03 ainda não começaram.

“Por isso, entre 2017-2020, duas metas foram finalizadas, quatro alcançaram um nível de concretização elevado e apenas numa meta registaram-se progressos menores”, explicou o dirigente.

  1. No setor das infraestruturas conseguiram-se finalizar 45 metas na primeira faz. Na segunda fase, por sua vez,

– 12 metas foram implementadas, das quais sete estão quase concluídas,

– 21 ainda estão em desenvolvimento,

– 03 ainda não se iniciaram,

– de duas não há dados concretos.

“No período 2017-2020, sete metas foram finalizadas, três alcançaram um progresso elevado e numa meta registaram-se alguns progressos”, refere.

  1. No setor desenvolvimento económico registaram-se 52 metas na primeira fase e na segunda 16 que ainda estão implementadas das quais:

– 11 já foram concluídas;

– 22 estão em desenvolvimento;

– uma meta não finalizada;

– de duas não há dados disponíveis.

“Dos anos em causa, foram finalizadas três metas, seis alcançaram um progresso elevado e numa meta registaram-se alguns progressos”, declarou Fidélis de Magalhães.

  1. No setor do enquadramento institucional apontaram-se 43 metas na primeira fase em 2015 e oito na segunda, das quais:

– 14 estão quase concluídas;

– 20 têm alguns progressos na implementação

– uma não foi começada.

“Entre 2017 e 2020, uma meta foi atingida, seis alcançaram um progresso e numa meta registaram-se alguns progressos”, concluiu.

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Maria Auxiliador

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!