iklan

ECONOMIA, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Inauguração do Porto de Tíbar em novembro

Inauguração do Porto de Tíbar em novembro

Porto de Tíbar .

DÍLI, 17 de agosto de 2022 (TATOLI) – O Governo vai inaugurar, no próximo dia 28 de novembro, o Porto de Tíbar, informou o diretor da empresa Timor Port SA, Laurent Palayer.

“A construção atingiu já 89%. A inauguração está agendada para o próximo mês e contará com a presença do Presidente da República e do Primeiro-Ministro”, adiantou à Tatoli, Laurent Palayer no Porto de Tíbar.

Segundo o responsável, o transporte dos contentores do Porto de Díli para o de Tíbar inicia-se a 15 de setembro: “A Timor Port vai assegurar o transporte dos contentores de um porto para o outro”, disse o responsável.

Diretor da empresa Timor Port SA, Laurent Palayer.

Para Laurent Palayer, a construção do Porto de Tíbar é um marco para o desenvolvimento do país, sobretudo no que diz respeito às atividades de carga e descarga de contentores, fazendo a interconexão do transporte de contentores da Austrália, de Timor Ocidental, da Papua Nova Guiné e das ilhas do Pacífico.

“Estamos perante um porto de primeira geração, dotado com equipamentos modernos capazes de garantir movimentações rápidas e eficientes”, conclui.

O Governo de Timor-Leste, através da conta de garantia do Fundo de Viabilidade gerido pelo Ministério das Financas, desembolsou, entre agosto de 2019 e maio de 2020, 64,7 milhões de dólares americanos para a construção do Porto de Tíbar.

Segundo um comunicado do Ministério das Finanças, o Porto de Díli será substituído pelo de Tíbar, cuja capacidade anual de movimentação de mercadorias vai ser de um milhão de contentores.

O porto terá 630 metros de comprimento e 15 metros de largura de cais, 27 hectares de pátio para contentores e dois berços que permitirão uma redução, no caso de atrasos na libertação de contentores, dos subsequentes custos de transação, facilitando, desta forma, a eficiência dos serviços alfandegários.

O novo porto pretende apoiar Timor-Leste na diversificação da produção interna, facilitando a conectividade marítima com a região asiática, ligando ainda o país ao mercado global e melhorando o acesso ao comércio e a outras indústrias.

A construção do Porto de Tíbar assenta na modalidade de Parcerias Público-Privadas, prevendo-se 130 milhões de dólares americanos vindos do Fundo de Viabilidade e 150 milhões de dólares da Timor Port, uma empresa subsidiária da Bolloré.

A empresa China Harbour foi contratada pela Timor Port para construir o porto. O Porto de Tíbar é considerado um projeto de interesse público, liderado por uma comissão interministerial de que fazem parte os ministros das Finanças, das Obras Públicas, do Plano e Ordenamento e dos Transportes e Comunicações.

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!