iklan

INCLUSÃO SOCIAL, DÍLI

ONU pede a Governo que mantenha programa Spotlight

ONU pede a Governo que mantenha programa Spotlight

Representante da ONU em Timor-Leste, Roy Trivedy.

DÍLI, 29 de junho de 2022 (TATOLI) – A Organização das Nações Unidas (ONU) pede ao Governo que mantenha o programa Spotlight, uma vez que este tem contribuído para que o país atinja alguns Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), sobretudo no que diz respeito à igualdade de género, o número 5.

Segundo representante da ONU em Timor-Leste, Roy Trivedy, é preciso combater a violência, pois contribui para subdesenvolvimento do país.

“É necessário eliminar a violência contra mulheres e crianças. O Governo tem de implementar [o ODS 5] nas instituições e no seio da comunidade”, afirmou Roy Trivedy, no Hotel Novo Turismo.

O representante referiu que o programa Spotlight teve resultados positivos em vários municípios, salientando que está já previsto o início da segunda fase em 2023.

“O programa visa melhorar áreas-chave como a implementação de leis sobre a proteção de mulheres e crianças”, disse.

Já a Secretária de Estado para a Igualdade e Inclusão, Maria Fátima Correia, disse que o Spotlight tem tido impacto positivo.

Maria Correia referiu que o Governo se foca atualmente na prevenção e no serviço social, apoiando a vítima no acesso à justiça e motorizando as atividades ligadas ao combate da violência de género.

A UE e a ONU lançaram, a 5 de março de 2020, o programa Iniciativa Spotlight. O seu lançamento marcou o arranque da primeira fase, que foi implementada nos municípios de Bobonaro, Ermera e Viqueque.

O programa tem a duração de três anos e dispõe de um financiamento de 15 milhões de dólares, sendo liderado pela ONU Mulheres, pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância, pelo Fundo de População das Nações Unidas e, ainda, pela Organização Internacional do Trabalho.

Segundo uma pesquisa demográfica realizada em 2010 e 2015, metade dos homens inquiridos confessaram que eram violentos com as suas esposas.

O programa em causa beneficiou 357.336 pessoas, ou seja, 27% da população na prevenção da violência contra as mulheres e crianças.

Notícia relevante: Iniciativa Spotlight beneficia 27% da população na prevenção da violência contra mulheres e crianças

Jornalista Jesuína Xavier

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!