iklan

EDUCAÇÃO, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Seminário Internacional Linguístico e Cultural da UNTL promove investigação de professores e estudantes

Seminário Internacional Linguístico e Cultural da UNTL promove investigação de professores e estudantes

A UNTL realiza o 1.º Seminário Internacional Linguístico e Cultural sob o tema “Estudos linguísticos e culturais em transformação”. Imagem Tatoli/Francisco Sony.

DÍLI, 23 de novembro de 2021 (TATOLI) – O Departamento de Língua Tétum da Faculdade de Educação, Artes e Humanidades (FEAH) e o Centro de Estudos, Cultura e Arte (CECA) da Universidade Nacional Timor Lorosa’e (UNTL) realizam, entre 23 e 24 de novembro, o 1.º Seminário Internacional Linguístico e Cultural sob o tema “Estudos linguísticos e culturais em transformação”.

O evento tem como objetivo promover os resultados do trabalho de professores e estudantes nas áreas da educação, investigação e ensino.

O Reitor da UNTL, João Martins, sublinha a importância da investigação em várias áreas, sobretudo sobre a evolução linguística no país.

“A sociedade está sempre em crescimento ou transformação e, por isso, para conhecermos esta evolução, precisamos de fazer pesquisas sobre as mudanças das nossas línguas oficiais, como o tétum e o português, bem como o inglês”, afirmou o reitor, à margem da abertura, do seminário em causa, no Liceu, em Díli.

João Martins recorda que o tétum está em fase de transformação por sofrer a influência de várias línguas.

O docente destacou ainda a necessidade de investigar a raízes da língua tétum, sobretudo do tétum terik.

“A língua tétum representa a nossa cultura timorense”, acrescentou.

Diretor do CECA, Vicente Paulino. Imagem Tatoli/Francisco Sony.

O Diretor do CECA, Vicente Paulino, considera que os docentes se devem empenhar em apresentar trabalhos científicos e publicá-los.

“A comissão organizadora lançará os seus resultados da apresentação, no próximo ano, em livro”, disse.

Segundo o dirigente, os investigadores são os professores e estudantes do Departamento de Língua Tétum da FEAH, os docentes brasileiros, portugueses e outros departamentos na UNTL.

O Diretor do Instituto Nacional de Linguística (INL) e também orador, Benjamin Corte-Real, referiu a importância de os jovens aprenderem as línguas oficiais e a cultura timorense.

“É necessário estudar a língua, educação, psicologia, cultura para defender a nossa identidade nacional”, concluiu.

Jornalista: Isaura Lemos de Deus

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!