iklan

HEADLINE, NACIONAL, NOTÍCIAS DE HOJE

PNUD entrega a MAE relatório final de avaliação de danos em habitações e edifícios

PNUD entrega a MAE relatório final de avaliação de danos em habitações e edifícios

Casa danificada provocadas pelas cheias. Imagem/Tatoli.

DILI, 17 de novembro de 2021 (TATOLI) – O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) entregou ao Ministério da Administração Estatal (MAE) o relatório final de levantamento de danos em habitações e edifícios provocados pelo ciclone tropical Seroja, no passado mês de abril.

O relatório foi lançado oficialmente em junho de 2021 e contém também um plano de recuperação pós-desastre.

A verificação foi feita nos cinco municípios mais afetados – Díli, Liquiçá, Manatuto Baucau e Ainaro – e foi apoiada pela Direção Geral de Desenvolvimento Rural e pela Secretaria de Estado para a Proteção Civil.

Segundo o documento, foram verificadas 928 habitações de 860 famílias.

Os dados mostram que 90% das famílias registaram uma queda no rendimento familiar por causa das inundações do passado mês de abril e cerca de 80% dos edifícios sofreram alguns danos estruturais, 12,7% ficaram totalmente danificados e 8,8% severamente.

As recomendações presentes na proposta de reconstrução foram inseridas na avaliação das necessidades pós-desastre, apresentadas ao Governo pelo gabinete do Vice-Primeiro-Ministro e Ministro do Plano e Ordenamento Territorial.

A Representante Residente do PNUD, Tuya Altangerel, destacou que as principais conclusões do relatório final da avaliação de danos em habitações e edifícios incluem recomendações para a reconstrução e uma avaliação de necessidades pós-desastre.

“A equipa do PNUD está pronta para apoiar o Governo e parceiros para levar adiante as conclusões e recomendações do relatório e para definir as prioridades da construção de uma sociedade mais resiliente ao clima”, afirmou na nota a que a Tatoli teve acesso.

Já o Ministro da Administração Estatal, Miguel Pereira de Carvalho, agradeceu ao PNUD por ter liderado os trabalhos em causa e apreciou os resultados e recomendações que colmatam as lacunas de dados e informação recolhidos até agora pelo Governo.

“O relatório irá fornecer informações úteis para ajudar o Governo a fazer os seus planos, particularmente na preparação para mais um ano de La Niña que se prevê afetar a região, incluindo Timor-Leste, entre este ano e abril de 2022”, afirmou o governante.

No mesmo local, o Diretor Nacional de Sistemas e Relatórios da Direcção-Geral de Estatística, Silvino Lopes, destacou a importância de dispor de dados para tomar decisões.

“As pessoas costumam argumentar que a coleta de dados é um exercício duro, mas a verdade é que fica mais caro projetar e construir infraestruturas sem eles”, afirmou.

Os resultados do relatório final da avaliação de danos em habitações e edifícios foram recebidos pelo Governo com a presença dos parceiros de desenvolvimento e organizações da sociedade civil.

A catástrofe que causou estes estragos não se avistava há quase 50 anos.

Jornalista: Jesuína Xavier

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!