iklan

INTERNACIONAL, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE, SAÚDE

China disponibiliza equipamentos hospitalares a Timor-Leste 

China disponibiliza equipamentos hospitalares a Timor-Leste 

Embaixador da China, Xiao Jiangou, Imagem da TATOLI/Egas Cristovão.

DÍLI, 14 de outubro de 2021 (TATOLI) – O Embaixador da China, Xiao Jiangou, encontrou-se hoje com o Primeiro-Ministro, Taur Matan Ruak, para informar sobre os progressos da assistência do Governo chinês ao combate à covid-19 no país, afirmando que, em breve, chegarão mais alguns equipamentos de proteção individual destinados aos médicos timorenses.

“O Executivo da China fretará um voo especial para transportar os suprimentos anti-pandémicos, como por exemplo, ventiladores, concentradores de oxigénio, kits de diagnóstico do novo coronavírus”, disse o diplomata, após o término do encontro com o Chefe do Governo, no Farol, em Díli.

O embaixador salientou ainda que a China mantém o auxilio ao país na luta contra esta doença infeciosa.

Xiao Jiangou recordou ainda que o Executivo chinês ofereceu a Timor-Leste, no mês passado, dois contentores com equipamento de proteção individual e 240 mil máscaras faciais.

O diplomata apresentou igualmente a Taur Matan Ruak a proposta do Presidente chinês, Xi Jinping,  proferida no seu discurso durante a 76.ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas (AGNU), nomeadamente a Iniciativa de Desenvolvimento Global da China.

“A iniciativa apela à comunidade internacional que acelere a implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável para um mundo mais robusto, ecológico e equilibrado, promovendo uma comunidade global com um futuro partilhado”, referiu.

Segundo Xiao Jiangou, a Iniciativa de Desenvolvimento Global foca-se nas pessoas e visa alcançar a redução da pobreza, a segurança alimentar, o combate à covid-19 e às alterações climáticas, a economia digital e a conectividade.

“Este conceito é muito compatível com o Plano de Desenvolvimento Estratégico de Timor-Leste 2011-2030. Espero que o país apoie e se junte a esta iniciativa”, sublinhou.

O diplomata acrescentou que também foi discutida a cooperação trilateral entre os Estados Unidos da América, o Reino Unido e a Austrália para a construção de submarinos nucleares para a Austrália.

“Acredito que esta é uma violação do Tratado de Não-Proliferação Nuclear e do Tratado da Zona Livre de Armas Nucleares do Sudeste Asiático”, referiu.

Xiao Jiangou acrescentou que o Governo da China está a concentrar-se na recuperação económica e no desenvolvimento regional.

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!