iklan

POLÍTICA, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Velório de ‘Ma’Huno’ aberto ao público a partir deste domingo no Museu da Resistência

Velório de ‘Ma’Huno’ aberto ao público a partir deste domingo no Museu da Resistência

José António Gomes da Costa ‘Ma’huno Bulerek Karathayano’. Imagem TATOLI/Eugénio Pereira.

DÍLI, 26 de setembro de 2021 (TATOLI) – O corpo do Comandante ‘Ma’Huno Bulerek Karathayano’ é levado às 18h00 deste domingo para o Museu da Resistência, em Díli, para o velório, aberto ao público até à próxima terça-feira, anunciou o Ministro dos Assuntos dos Combatentes da Libertação Nacional (MACLM), Júlio Sarmento da Costa ‘Meta Malik’.

“Apesar da falta de coordenação entre o Estado e família relativamente ao velório do saudoso no Museu da Resistência, a família concordou entregar o corpo ao Estado”, informou hoje ‘Meta Malik’, no Arquivo e Museu da Resistência Timorense (AMRT), em Díli.

O governante adiantou que, na terça-feira, se realizará uma missa na Catedral Imaculada Conceição, na capital.

A família transporta depois o corpo para a sua terra natal em Laleia, no Município de Manatuto, para uma cerimónia tradicional. É posteriormente dada continuidade às cerimónias fúnebres de Estado, no Jardim dos Heróis, em Metinaro, onde ‘Ma’Huno’ será sepultado.

“A nossa equipa está a construir uma sepultura em Metinaro e realizaremos a cerimónia fúnebre de acordo com agenda do Estado”, afirmou.

O antigo Comandante das Forças Armadas de Libertação Nacional de Timor-Leste (FALINTIL), ‘Ma’Huno Bulerek Karathayano’, morreu esta sexta-feira, às 17h20, no Hospital Nacional Guido Valadares (HNGV), devido a problemas cardíacos.

O Governo de Timor-Leste aprovou um voto de pesar e decretou três dias de luto nacional pelo seu falecimento.

De acordo com a família, o estado de saúde do comandante agravou-se após a infeção com covid-19. Embora tivesse recuperado recentemente e voltado para casa após tratamento no centro de isolamento de Vera Cruz, a 19 deste mês, foi transferido para a Unidade de Cuidados Intensivos no HNGV depois de um ataque cardíaco.

A família levou o corpo para a sua residência na Praia dos Coqueiros, em Díli, para preparar a cerimónia fúnebre segundo o protocolo do Estado.

O Comandante ‘Ma’Huno Bulerek Karathayano’ – José António Gomes da Costa – nasceu em 1949. Foi antigo Comandante das FALINTIL, a ala militar do movimento de resistência no país contra a ocupação da Indonésia entre 1975 e 1999.

Notícia relevante: Morreu Comandante Ma’Huno Bulerek Karathayano, Governo timorense decreta três dias de luto nacional

Jornalista: Afonso do Rosário

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!