iklan

ÚLTIMAS NOTÍCIAS, CAPITAL, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE, Uncategorized

Confinamento obrigatório mantém-se na capital

Confinamento obrigatório mantém-se na capital

Imagem do Google.

DÍLI, 01 de setembro de 2021 (TATOLI)   O Executivo decidiu prolongar, até dia 9 de setembro,  o confinamento geral  obrigatório no município de Díli, que também se aplica a quem já está vacinado contra a covid-19.

A resolução foi tomada após a análise da situação epidemiológica do país, feita pelos coordenadores da Sala de Situação do Centro integrado de Gestão de Crises (CIGC),

“Todas as pessoas em Díli, incluindo as pessoas que se encontram vacinadas contra a covid-19, continuam obrigadas a permanecer em casa, podendo sair apenas por razões de saúde, de trabalho, para acesso a bens e serviços de primeira necessidade e para receber a vacina contra o novo coronavírus”, disse o Ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fidélis Magalhães, no Auditório do Ministério das Finanças, em Díli.

Segundo o governante, ficam encerrados ao público todos os estabelecimentos comerciais, industriais, artesanais ou de prestação de serviços do setor privado da economia que desenvolvam atividade no município de Díli, com as exceções previstas anteriormente.

O ministro referiu ainda que no que toca à anterior resolução do Governo, registam-se apenas duas alterações: passa a ser permitido sair da residência para  fazer o recenseamento eleitoral e as empresas que prestam  serviços de controlo de pestes também podem funcionar.

Fidélis adiantou também que o Governo não vai renovar o confinamento obrigatório da população dos postos administrativos de Ermera e Railaco, no município de Ermera.

No entanto, é imposta a cerca sanitária no município de Manufahi, entre 2 e 15 de setembro.

“Proibimos  a entrada e saída deste município, [Manufahi] exceto por razões de segurança  e saúde públicas, assistência humanitária, manutenção dos sistemas de abastecimento público ou de realização do interesse público”, avançou.

Esta proibição exclui as pessoas que comprovem a vacinação completa contra a covid-19, bem como as crianças   até aos seis anos,  que as as acompanhem.

Por imposição do governo, o confinamento obrigatório, na capital timorense, entrou em vigor no passado dia 27 de agosto e vai prolongar-se durante, pelo menos, mais uma semana.

Notícia relevante: Confinamento domiciliário na capital começa a 27 de agosto

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!