iklan

NACIONAL, NOTÍCIAS DE HOJE

Presidente da República timorense decreta 16.º estado de emergência

Presidente da República timorense decreta 16.º estado de emergência

Presidente da República, Francisco Guterres Lú Olo. Imagem Tatoli/Francisco Sony.

DÍLI, 29 de julho de 2021 (TATOLI) – O Presidente da República, Francisco Guterres Lú Olo, decretou o 16.º estado de emergência por mais 30 dias.

O estado de emergência tem início às 00h00 do dia 01 de agosto e fim às 23h59 do dia 30 de agosto de 2021.

“A variante contagiosa da Delta está a chegar à nação vizinha da República da Indonésia, que tem fronteira terrestre com Timor-Leste. A Indonésia tem registado diariamente um grande número de novos casos, à semelhança da Índia. Segundo a previsão, há a possibilidade de a covid-19 contagiar mais de 200 mil pessoas por dia”, disse o Presidente da República num comunicado.

O Chefe de Estado recordou ainda que Timor-Leste precisa de prestar atenção ao interior do país, pois quatro pessoas testaram positivo à variante Delta neste mês de julho.

“A adoção de medidas é essencial para a prevenção e controlo da importação da nova variante do SARS-Cov-2 para evitar o contágio da população. Essas medidas incluem o fecho das fronteiras – os cidadãos estrangeiros entrarão no território apenas com autorização do Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC) – o estabelecimento das regras de distanciamento social, a imposição do teste para detetar a infeção, o isolamento dos doentes e suspeitos da infeção, o confinamento domiciliário e a determinação de cercas sanitárias”, afirmou.

Segundo os dados do Ministério da Saúde, até ao dia 28 de julho, o país reporta 736 infeções ativas do novo coronavírus, 10.535 casos confirmados, 26 óbitos e 9.773 recuperações desde o surgimento do vírus.

O Estado timorense continua a implementar as medidas de prevenção e combate ao contágio do vírus SAR-Cov-2.

A declaração do estado de emergência abrangerá todo o território nacional e suspende parcialmente os direitos da circulação internacional, liberdade de circulação e fixação de residência, direito à reunião e manifestações, liberdade de culto, direito à educação e propriedade, direito à resistência e iniciativa económica privada.

Notícia relevante: Parlamento Nacional autoriza 16.° estado de emergência

Jornalista: Domingos Piedade Freitas
Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!