iklan

EDUCAÇÃO, NOTÍCIAS DE HOJE

Mais de 800 professores em Díli recebem a vacina contra covid-19

Mais de 800 professores em Díli recebem a vacina contra covid-19

Vice-Ministro da Educação, Juventude e Desporto (MEJD), António Guterres.

DÍLI, 30 de junho de 2021 (TATOLI) – O Vice-Ministro da Educação, Juventude e Desporto (MEJD), António Guterres, revelou que mais de 800 professores em Díli já receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19.

“Temos no total 3.153 professores, entre os quais mais de 812 [o equivalente a 6%] já foram inoculados. Devemos elogiar a vontade dos docentes de receberem a vacina contra o novo coronavírus”, afirmou o governante, em Aitarak-Laran, Díli.

António Guterres pediu a todos os docentes que cooperassem com o Ministério da Saúde para tomarem a vacina contra a covid-19.

De acordo com os dados do MEJD, existem 60 estabelecimentos de ensino pré-escolar em Díli, com 183 professores, 149 dos quais já foram vacinados, e 106 escolas do ensino básico-geral, com 1.830 docentes, entre os quais 233 foram já inoculados.

Registam-se também 22 escolas de ensino secundário-geral na capital, com 863 professores, entre os quais 316 já vacinados. As nove escolas secundárias técnico-vocacionais existentes contam com 277 professores, 163 dos quais já imunizados.

No que diz respeito ao resumo das disciplinas do ensino básico do 1.º ao 3.º ciclos, a entregar aos alunos, o Vice-Ministro adiantou que estes estão ainda na fase de impressão. “Estas disciplinas pretendem cobrir mais de 305 mil estudantes, não incluem os ensinos pré-secundário e secundário”.

Segundo o governante, relativamente ao processo do ensino a distância “Escola em Casa”, o ministério já produziu mais de 200 episódios.

“Os estudantes das escolas técnico-vocacionais ainda estão a enfrentar dificuldades, e nos municípios também, porque não têm acesso a energia elétrica e linha de internet”, explicou.

António Guterres mostrou-se preocupado com alguns estudantes pela sua falta de conhecimento na utilização dos meios tecnológicos.

“O Governo retomará as atividades letivas no mês de julho. Contudo, não iremos reiniciar simultaneamente. Devemos preparar as condições das escolas, sobretudo no cumprimento dos requisitos do Ministério da Saúde, um deles a vacinação”, recordou.

A equipa do MEJD, sobretudo os serviços municipais, já deram início à monitorização das condições dos estabelecimentos escolares.

Também o Ministro da Educação, Juventude e Desporto, Armindo Maia, tinha antes dito que, para retomar as atividades de ensino no mês de julho, deve-se, primeiro, analisar as condições das escolas e vacinar os professores.

“Se o número de estudantes e professores vacinados aumentar, poderemos reiniciar [as aulas presenciais]. Em Díli, ainda estamos a analisar, porque a maioria das escolas privadas tem boas condições. Temos, por isso, de fazer a preparação até meados de julho para podermos reabrir algumas escolas”, disse recentemente.

Recorde-se que o MEJD regista, ao todo, 10.523 professores efetivos e 5.203 contratados em todo o país.

Notícia relevante: MEJD pede a professores e funcionários que recebam vacina contra covid-19

Jornalista: Isaura Lemos de Deus

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!