iklan

NACIONAL, NOTÍCIAS DE HOJE

CAC recebe mais listas dos cargos de chefia de 28 instituições estatais para arrolamento de bens

CAC recebe mais listas dos cargos de chefia de 28 instituições estatais para arrolamento de bens

O Comissário-Adjunto da Comissão Anti-Corrupção (CAC) da Direção para os Assuntos de Prevenção e Sensibilização, Luís de Oliveira Sampaio. Imagem/Domingos Piedade.

DÍLI, 24 de junho de 2021 (TATOLI) – A Comissão Anti-Corrupção (CAC) recebeu já as listas dos agentes da administração pública com cargos de chefia – diretores-gerais e nacionais bem como chefes de departamento – vindos de 28 instituições do Estado para darem já início ao processo de arrolamento de bens.

O Comissário-Adjunto da Direção para os Assuntos de Prevenção e Sensibilização, Luís de Oliveira Sampaio, disse que, além destes funcionários, 2.385 pessoas dos cargos de chefia nas instituições estatais enviaram já os seus documentos para a CAC a fim de proceder ao processo de arrolamento de bens.

“A Direção dos Assuntos de Prevenção e Sensibilização continua a compilar as informações dos funcionários com cargos de chefia na base de dados”, disse o responsável à Agência Tatoli, no seu local de trabalho, na Praia dos Coqueiros.

Luís de Oliveira adiantou que o prazo de preenchimento do formulário para o arrolamento de bens termina no próximo dia 30 de setembro deste ano.

Segundo o responsável, fazem parte das 28 instituições estatais os ministérios das Obras Públicas, do Ensino Superior, Ciência e Cultura, da Justiça, do Interior e da Presidência do Conselho de Ministros, a Secretaria de Estado da Juventude e Desporto, o Instituto de Apoio ao Desenvolvimento Empresarial, as empresas públicas como a Bee Timor-Leste, a Eletricidade de Timor-Leste, o Serviço de Registo e Verificação Empresarial, a Timor GAP, o Serviço Autónomo de Medicamentos e Equipamentos de Saúde, a Agência Nacional para a Avaliação e Acreditação e a Autoridade Nacional do Petróleo e Minerais.

Constam também da lista enviada à CAC o Fundo de Desenvolvimento do Capital Humano, a Autoridade Nacional de Comunicações, a Autoridade de Inspeção e Fiscalização da Atividade Económica, Sanitária e Alimentar, o Instituto Politécnico de Betano, o Laboratório Nacional de Saúde, a Presidência da Autoridade do Município de Ermera, os hospitais de Referência de Maliana e de Maubisse, o Tribunal de Recurso e a Inspeção Geral do Trabalho.

Recorde-se que a CAC tinha antes enviado para os ministérios, secretarias de Estado, instituições autónomas e autoridades municipais uma notificação sobre o preenchimento dos formulários para o arrolamento de bens.

A CAC registou já 96 instituições do Estado, incluindo as de natureza pública direta e indireta, mas apenas nove entidades realizaram o registo em causa.

Notícia relevante: CAC regista nove instituições para declaração de bens

Jornalista: Nelson de Sousa

Editor: Cipriano Colo/Tradutor: Domingos Piedade Freitas

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!