iklan

ÚLTIMAS NOTÍCIAS, POLÍTICA, DÍLI, NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA, NOTÍCIAS DE HOJE

Governo mantém cerca sanitária nos três municípios e impõe em Bobonaro e Viqueque

Governo mantém cerca sanitária nos três municípios e impõe em Bobonaro e Viqueque

Imagem da TATOLI/Egas Cristóvão

DÍLI, 26 de maio de 2021 (TATOLI) – Após a apresentação dos coordenadores do Centro Integrado de de Gestão de Crise (CIGC) sobre o ponto da situação da epidemia de covid-19 no país, o Conselho de Ministros aprovou os projetos de Resolução do Governo relativos às cercas sanitárias nos municípios de Baucau, Covalima, Díli, Bobonaro e Viqueque, bem como ao confinamento obrigatório na capital.

As informações foram reveladas hoje pelo Ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fidélis Magalhães.

O Governo mantém a imposição de cercas sanitárias em Baucau, Covalima e Díli até às 23:59 do dia 1 de junho de 2021 e impõe cerca sanitária em Bobonaro e Viqueque entre as 00:00 do dia 27 de maio de 2021 e as 23:59 do dia 1 de junho de 2021, esclareceu Fidélis Magalhães, hoje, no Ministério das Finanças.

O ministro salientou ainda que o Executivo mantém a imposição do confinamento obrigatório no Município de Díli até às 23:59 do dia 1 de junho de 2021.

Está proibida a circulação de pessoas entre os municípios de Baucau, Bobonaro, Covalima, Díli e de Viqueque e as demais circunscrições administrativas, salvo em casos devidamente fundamentados por razões de segurança e sáude públicas, assistência humanitária, manutenção dos sistemas de abastecimento público ou de realização de atividades do interesse comum.

Segundo o governante, no Município de Díli permanece também a imposição de confinamento domiciliário geral de todas as pessoas que residam ou se encontrem presentemente neste município, exceto pelas razões já anteriormente definidas, nomeadamente por razões de saúde, de trabalho e para acesso a bens e serviços de primeira necessidade.

“Regista-se apenas uma alteração, passando a ser permitida a realização de celebrações coletivas de cariz religioso e outros eventos coletivos de culto, desde que as pessoas presentes nas cerimónias mantenham uma distância de, pelo menos, um metro relativamente a terceiros com quem não vivam em economia comum e permaneçam com máscara facial que cubra o nariz e a boca”, concluiu.

Jornalista Domingos Piedade Freitas

Editor Zezito Silva

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!