iklan

ÚLTIMAS NOTÍCIAS, DÍLI, NACIONAL, NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA, NOTÍCIAS DE HOJE, SEGURANSA NO DEFEZA

Serviço de Migração e UPF detiveram 50 cidadãos timorenses por suspeitas de contrabando

Serviço de Migração e UPF detiveram 50 cidadãos timorenses por suspeitas de contrabando

Foto facebook/ Serviço Relações Públicas

DÍLI, 18 de novembro de 2020 (TATOLI) – O Diretor-Geral do Serviço de Migração, o Superintendente Assistente Luís Soares Barreto, disse hoje que o Serviço de Migração do Posto Integrado de Batugadé juntamente com a Unidade de Patrulhamento da Fronteira (UPF) detiveram,  entre os meses de outubro e novembro, 50 cidadãos timorenses por suspeitas de contrabando.

Luís Barreto destacou ainda o trabalho de cooperação notável estabelecido entre o Serviço de Migração, a UPF, a autoridade aduaneira e as Falintil-Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL) no controlo e vigilância das entradas e saídas ilegais de passageiros e mercadorias nas zonas fronteiriças.

 “Conseguimos, entre os meses de outubro e novembro deste ano, efetuar a detenção de 50 cidadãos timorenses por incumprimento das normas que constam do estado de emergência, em especial no que diz respeito às entradas ilegais”, disse hoje Luís Soares, em declarações aos jornalistas, em conferência de imprensa, que decorreu no Ministério do Interior.

Segundo o diretor-geral, os dados apurados dão conta de que  298 cidadãos entraram legalmente, durante o mês de novembro, em Timor-Leste, enquanto 152 viriam a sair do país.

Luís Barreto recordou, por último, que o Serviço de Migração aplica coimas entre os 30 e os 250 dólares americanos a quem infringir a lei .

Jornalista: Eugénio Pereira

Editor : Quito Ximões

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!