iklan

ÚLTIMAS NOTÍCIAS, ECONOMIA, NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA, NOTÍCIAS DE HOJE

MCAE coordena-se com MSSI para implementar três medidas de recuperação económica

MCAE coordena-se com MSSI para implementar três medidas de recuperação económica

MCAE coordena-se com MSSI para implementar três medidas de recuperação económica. Imagem/Egas Cristovão.

DÍLI, 01 de setembro de 2020 (TATOLI) – O Ministro Coordenador dos Assuntos Económicos (MCAE), Joaquim Amaral, coordenou-se hoje com a Vice-Primeira-Ministra e Ministra da Solidariedade Social e Inclusão (MSSI), Armanda Berta, para avançar com a implementação de três medidas de recuperação económica.

O governante recordou que são quatro as medidas de recuperação económica de curto prazo. Três delas são da responsabilidade do MSSI, como o subsídio de retoma, executado entre agosto e dezembro deste ano, com um total de 35 milhões, destinado não apenas a apoiar as entidades empregadoras e empresários individuais mas também a ajudar especificamente o setor do turismo, fortemente afetado pela crise e aumentar a liquidez imediata das entidades beneficiárias.

A segunda medida diz respeito à dispensa contributiva e será executada entre julho e dezembro, no valor de 3,6 milhões. Já a terceira medida recai sobre o apoio prestado a trabalhadores informais, sendo implementada entre outubro e dezembro, com um financiamento total de 3,3 milhões.

Esta terceira medida visa ajudar os trabalhadores que se encontram em situação de total desproteção social e incentivar ao trabalho formal, o que implica também o registo na Segurança Social e a obrigatoriedade de manutenção das contribuições durante seis meses.

“O MCAE está a coordenar-se com o MSSI quanto ao plano de recuperação económica. O plano económico contempla quatro medidas, três das quais cabem ao Ministério da Solidariedade Social. Por isso, temos de nos coordenar para que possamos executar na perfeição o programa”, disse o ministro após o encontro, em Caicoli, Díli.

Também o Presidente do Conselho de Administração do Instituto Nacional da Segurança Social (INSS), Longuinhos Armando Leite, confirmou que teve início, no encontro de hoje, uma linha de coordenação entre as duas instituições.

“Enquanto técnico do Instituto Nacional da Segurança Social (INSS), estamos prontos para manter a decisão do Governo. Das quatro medidas, três serão entregues ao MSSI, sobretudo ao INSS para que possamos efetuar o pagamento”, afirmou.

Notícia relevante: Previstos 113,4 milhões de dólares para quatro medidas a curto prazo de recuperação económica

Jornalista: Nelia Fernandes

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!