iklan

ÚLTIMAS NOTÍCIAS, ECONOMIA, NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA, NOTÍCIAS DE HOJE

SEA Demétrio: Não prejudiquem os mangais

SEA Demétrio: Não prejudiquem os mangais

Plantas de mangal em Acanuno-Hera. Imagem/Florencio Miranda Ximenes.

DÍLI, 24 de julho de 2020 (TATOLI) – O Secretário de Estado do Ambiente (SEA), Demétrio do Amaral de Carvalho, pede à comunidade, no âmbito do Dia Mundial dos Mangais, celebrado a 26 de julho, que não danifiquem os mangues.

“Não estraguem os mangues para que o mar se mantenha limpo bem, como os corais, as algas marinhas, e os peixes se reproduzam. Devem preservar a biodiversidade marinha”, disse Demétrio do Amaral, em Bebora, Díli.

O governante destacou a importância dos mangais na orla costeira na medida em que servem de parede natural para reter as ondas e os poluentes prejudiciais à saúde.

“Quando surge um grande desastre como um tsunami, a presença do mangal na margem costeira reduz a força deste fenómeno natural”, afirmou.

Demétrio do Amaral lembrou ainda que o Governo juntamente com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e a União Europeia (UE) alocaram, há sensivelmente quatro anos, verbas no valor de sete milhões de dólares americanos para pôr em marcha um projeto de resiliência às alterações climáticas.

“O projeto visa reforçar a resiliência para fazer face ao impacto das alterações climáticas nas zonas costeiras, onde se localizam 54 sucos de sete municípios. Pretende impedir a degradação dos mangais”, referiu.

Demétrio de Amaral acrescentou que o projeto a cargo do PNUD tem igualmente em vista a recuperação cerca de 300 mil hectares de mangais.

“A recuperação já atingiu 1.700 hectares, tendo sido efetuada uma vedação por meio de ramos nos mangais. Constatámos que a colocação desta vedação necessita de ser melhorada e as plantações dos mangais reforçadas”, concluiu.

Jornalista: Nelia Fernandes

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!