iklan

ÚLTIMAS NOTÍCIAS, NACIONAL, NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA, NOTÍCIAS DE HOJE

Comissão Interministerial avalia resposta a desastres naturais

Comissão Interministerial avalia resposta a desastres naturais

Reunião da Comissão Interministerial. Imagem/Egas Cristovão.

DÍLI, 22 de junho de 2020 (TATOLI) – O Primeiro-Ministro, Taur Matan Ruak, liderou hoje uma reunião da comissão interministerial para efetuar uma avaliação sobre as medidas que o Governo levou a cabo em resposta aos efeitos dos desastres naturais ocorridos nos últimos meses em Timor-Leste.

O Ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fidélis Magalhães, disse que a reunião teve como objetivo debater as intervenções já realizadas pelo Governo na resposta às vítimas de desastres naturais.

“Observámos os apoios concedidos aos agregados familiares afetados, os danos em habitações, acesso aos bens alimentares e outras necessidades básicas que coordenámos com o Ministério da Administração Estatal. Efetuámos também a avaliação dos esforços levados a cabo pelo Governo para reabilitar as infraestruturas danificadas no período anterior devido aos desastres naturais que assolaram a região”, disse Fidélis Magalhães, no Palácio do Governo.

O Ministro Coordenador dos Assuntos Económicos interino lembrou também que os desastres naturais, incêndios e temporais, que tiveram lugar no mês de outubro de 2019, afetaram cerca de três mil famílias oriundas dos municípios de Ainaro, Aileu, Bobonaro, Ermera e Liquiçá.

“Verificámos hoje que as vítimas [de desastre naturais] receberam já o apoio no valor de aproximadamente 934 dólares americanos. O apoio que o Governo concedeu incidiu sobretudo na entrega de bens alimentares e materiais de construção para reabilitar as suas casas”, afirmou.

Fidélis Magalhães referiu também, durante o encontro, que o Secretário de Estado da Proteção Civil fez a apresentação dos dados relativos à resposta às inundações de janeiro e fevereiro que ocorreram no Município de Díli bem como aos apoios fornecidos para a recuperação do Colégio de Maliana vítima de um incêndio que deflagrou a 1 de março.

No que diz respeito às inundações ocorridas no dia 13 de março em diversas partes da cidade de Díli que afetaram 4681 famílias, o governante reiterou que a Secretaria de Estado da Proteção Civil disponibilizou bens alimentares e não alimentares e materiais de construção no valor de 1,5 milhões de dólares americanos.

“Um total de 2194 famílias provenientes dos municípios de Baucau, Covalima, Lautém, Manatuto, Manufahi e Viqueque receberam apoio de emergência, no montante de 450 mil dólares americanos, para fazer face aos impactos das inundações, deslizamentos de terras e temporais que assolaram a ponta leste e costa do sul do país”, concluiu.

Jornalista: Nelia Fernandes

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!