iklan

POLÍTICA, ECONOMIA, NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA, NOTÍCIAS DE HOJE

Executivo aprova autorização para levantamento extraordinário do FP

Executivo aprova autorização para levantamento extraordinário do FP

Reunião do Conselho de Ministros. Imagem/Egas Cristóvão.

DÍLI, 3 de junho de 2020 (TATOLI) – O Executivo timorense aprovou hoje a Proposta de Lei para a realização de uma transferência extraordinária do Fundo Petrolífero (FP) para o Orçamento Geral do Estado (OGE), no valor cerca de 287 milhões de dólares americanos.

Aprovou também a primeira alteração à Lei n.º 2/2020, de 6 de abril, que criou o Fundo Covid-19.

O Ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fidélis Magalhães, disse que a proposta foi apresentada pelo Ministro das Finanças, Fernando Hanjam.

“Tendo em conta que as receitas provenientes da receita fiscal e do saldo da execução orçamental do ano anterior, complementadas pela transferência extraordinária do Fundo Petrolífero, são insuficientes  para financiar a atividade regular da Administração Pública para além do mês de agosto e que o montante atribuído ao orçamento do Fundo COVID-19  não cobre toda a despesa prevista com as medidas de prevenção e combate à pandemia da COVID-19, o presente diploma visa autorizar a realização de uma transferência extraordinária do Fundo Petrolífero para o Orçamento Geral do Estado”, afirmou o governante, no Palácio do Governo.

Segundo Fidélis Magalhães, o pedido de levantamento do FP pretende reforçar os cofres do Estado, garantir o normal funcionamento da administração pública e fortalecer o Fundo Covid-19 até à aprovação do OGE para 2020.

O governante afirmou também que o pedido de levantamento extraordinário será apresentado ao Parlamento Nacional num plenário para que seja aprovado o pedido do Executivo.

Recorde-se que o Presidente da República de Timor-Leste, Francisco Guterres Lú Olo, promulgou, a 7 de abril, o decreto parlamentar número 14/V/2a relativo à autorização da realização da transferência do Fundo Petrolífero no valor de 250 milhões de dólares americanos.

As verbas destinam-se a cobrir despesas relacionadas com a prevenção do novo coronavírus, o financiamento da conta-geral do tesouro bem como a implementação de uma política e programas, no âmbito do programa de contenção do COVID-19 por parte do Parlamento Nacional.

O pedido de levantamento extraordinário do Fundo Petrolífero tinha sido aprovado por unanimidade pelo Parlamento Nacional a 2 de abril, tendo sido enviado ao Chefe de Estado no dia seguinte, após a sua elaboração final levada a cabo pela Comissão C do Parlamento.

De acordo com o decreto, a criação do fundo destinado a combater a covid-19 tem como finalidade financiar todas as despesas relacionadas com o combate ao novo coronavírus com destaque para a aquisição de medicamentos, equipamentos médicos, instalações, manutenção dos centros de quarentena e de isolamento, formação de profissionais de saúde envolvidos na equipa de prevenção da covid-19 e medidas de proteção social.

Jornalista : Nelia Fernandes

Editora : Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!